Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Outubro de 2019

Tecnologia

YouTube cancela nova política de verificação após reação negativa

Olhar Digital
Foto: Divulgação / Assessoria youjpg.jpg

 

Na última quinta-feira (19), o YouTube anunciou mudanças no sistema de verificação de autenticidade de canais. Nesta sexta-feira (20), a empresa decidiu repensar sua decisão e anunciou o cancelamento de quase todas as medidas reveladas previamente diante de reação negativa da comunidade.
Anteriormente, o YouTube previa que muitos canais poderiam perder seu selo de verificação, o que causou a maior parte da revolta. Atualmente, o sistema requer que um produtor de conteúdo tenha no mínimo 100 mil assinantes como único requisito para ser analisado e ganhar o selo. A ideia do YouTube era passar a distribuir o selo apenas para canais que atendessem o critério dos 100 mil e apresentassem “necessidade clara de prova de autenticidade”, o que abrangeria apenas artistas, celebridades e empresas de grande porte, além dos criadores mais populares da plataforma. Quem não atendesse a esses novos requisitos poderia ter seu selo revogado.
Com isso, o YouTube gerou a ira de boa parte da comunidade, já que o selo é mais do que apenas um status. O ícone também coloca maior peso nos vídeos do canal na hora quando um usuário faz uma busca na plataforma e dá maior destaque a publicações feitas na área de comentários dos vídeos. Ao tirar o símbolo, o YouTube também impediria que canais novos ganhassem a oportunidade de prosperar, na visão dos afetados.
Como resultado, Susan Wojcicki, CEO do YouTube, chegou a publicar um texto pedindo desculpas pelas ações da empresa após a clara reação negativa dos criadores de conteúdo. “Lamento pela frustração que causamos com nossa nova abordagem para a verificação. Passamos do ponto ao tentar fazer melhorias”, disse ela pelo seu perfil no Twitter.
O YouTube ainda tem algumas medidas novas em vigor, mas elas são consideravelmente mais brandas. Os únicos critérios serão a quantidade de seguidores do canal, que ainda precisa ter pelo menos 100 mil inscritos, a autenticidade, de forma que o canal precisa representar quem ele diz representar (criador de conteúdo, artista ou empresa), e o canal deve estar completo, com descrição, ícone e conteúdo, além de ter atividade constante na plataforma.
 

Deixe seu Comentário