Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 17 de Junho de 2019

Política Regional

Três Lagoas: Pesquisa nacional avalia peso, altura e alimentação das crianças do município

Prefeitura Municipal de Três Lagoas / MS
Foto: Prefeitura Municipal de Três Lagoas / MS Na ESF Jardim Maristela, pesquisadora Flávia mostrou, de modo simulado, o que é feito nas visitas domiciliares

É o Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (ENANI), que vem sendo feito pela UFRJ, com o apoio do Ministério da Saúde



Com o apoio e prévio conhecimento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Saúde Coletiva, uma equipe da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, desde a semana passada, está realizando pesquisa domiciliar de avaliação de peso e altura e de alimentação de crianças de até cinco anos.


A pesquisa domiciliar por amostra vem sendo realizada nos bairros Santa Luzia, Vila Verde/ Maristela, Santa Rita e Vila Piloto e se destina ao Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil – ENANI, com o apoio do Ministério da Saúde, por meio do Sistema Único de Saúde – SUS.


Três Lagoas, Campo Grande, Corumbá, Dourados e Nova Andradina são os municípios do Estado de Mato Grosso do Sul, selecionados entre os 124 municípios em que está sendo realizada esta pesquisa.


O objetivo “é avaliar as práticas de aleitamento materno e alimentação infantil, o estado nutricional antropométrico da criança e a epidemiologia das deficiências de micronutrientes entre crianças brasileiras menores de cinco anos, com o objetivo de substituir o planejamento de políticas e ações sociais e de saúde em nosso País”, explicou o professor titular da UFRJ, Gilberto Cac, coordenador nacional da pesquisa do ENANI.


Além dos dados de peso e altura, é também coletada amostra para exame de sangue, com o objetivo de obter informações laboratoriais sobre  hemoglabina, ferritina, proteína C reativa, zinco, vitamina A, vitamina B1, vitamina B12, vitamina B6 e folato, como explicou o professor Gilberto.

O diretor de Saúde Coletiva da SMS, Sandro Luis Rotiroti, informou que, em Três Lagoas, as visitas às casas estão sendo realizadas pela pesquisadora, Flávia Barbosa Nicolau Marques, do ENANI, devidamente identificada com crachá e camiseta, e com o conhecimento da Unidade de Saúde da área de abrangência do bairro onde o levantamento está sendo realizado.

Em Três Lagoas, serão 10 entrevistas em cada Bairro, totalizando uma amostra de 50 crianças. E, ao final do trabalho, a família da criança deverá receber gratuitamente todos os resultados dos exames de sangue, de peso e altura.

Deixe seu Comentário