Campo Grande/MS, 15 de Agosto de 2018

Notícias da justiça e do direito

Terminam hoje inscrições para seleção de juízes leigos de Bonito

Redação TerereNews
Foto: julgamento julgamento
julgamento

Ficarão disponíveis até as 23h59 desta quinta-feira (14) as inscrições para o II Processo Seletivo Simplificado para Juízes Leigos para atuar no Sistema de Juizado Especial do Poder Judiciário na comarca de Bonito. O certame visa atender as disposições contidas nos termos da Resolução nº 174/13, do Conselho Nacional de Justiça.

Para efetivar a inscrição, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.tjms.jus.br e, por meio do “link” de acesso referente ao Processo Seletivo Simplificado, ler o regulamento, preencher o formulário de inscrição e transmitir os dados pela internet.

O processo seletivo tem por finalidade selecionar candidatos que comporão banco de reserva para efeitos de futura designação e exercício das funções de juiz leigo, recrutados dentre advogados com mais de dois anos de efetivo exercício na advocacia profissional ou em atividade de natureza essencialmente jurídica.

As provas serão aplicadas no dia 17 de junho, das 8 às 13 horas, no Fórum de Bonito, situado na Rua Clóvis Cintra, 1035, Vila Donária. No dia da prova, o candidato deverá comparecer munido de caneta esferográfica preta ou azul e de documento oficial de identificação pessoal.

A seleção consistirá em uma prova escrita, no formato de elaboração de um projeto de sentença, com mínimo de 40 e máximo de 120 linhas, e de uma prova objetiva com 20 questões, contendo quatro alternativas cada. A prova será elaborada em conformidade com os conteúdos programáticos constantes no edital.

A classificação final do candidato decorrerá do total de pontos obtidos na prova escrita. A convocação dos aprovados para ocupar as vagas que surgirem no prazo de validade do Processo Seletivo Simplificado se dará a partir da homologação e dentro do curso desse prazo, observada a rigorosa ordem de classificação obtida.

 

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação - [email protected]

Fonte: Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul

Deixe seu Comentário