Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 16 de Outubro de 2019

Internacional

Tarifas norte-americanas ameaçam azeite espanhol

Euro News
Foto: Divulgação / Assessoria tarifasjpg.jpg

Produtores e trabalhadores do setor do azeite deslocaram-se esta quinta-feira à capital espanhola para protestarem contra o preço baixo do azeite e o aumento das tarifas alfandegárias norte-americanas até 25% sobre os produtos agrícolas europeus.
"Trump quer impor uma tarifa de 25% e nos olivais tradicionais não vamos poder competir a esse preço. Isto vai arruinar os olivais tradicionais no sul de Espanha", afirmou Manuel Herrero, um produtor de azeite originário do sul de Jaen, no sul de Espanha.

Tarifas norte-americanas sobre produtos agrícolas europeus representam um prejuízo estimado em mil milhões de euros por ano para o setor agrícola espanhol.
A acrescentar a isto, de recordar que no último ano o preço do azeite em Espanha baixou 44%. Para muitos trata-se de mais um problema a resolver.
"Bem, agora com as tarifas de 25% impostas pelos Estados Unidos a partir de 18 de outubro vamos ter mais um problema", afirma o presidente da câmara de Jaen, Miguel Moreno, que também participou no protesto.
As preocupações dos agricultores espanhóis fazem eco ao nível da União Europeia.
O ministro francês das finanças está fortemente empenhado nas negociações a nível europeu.
"Se os Estados Unidos não querem entrar nisto... de forma a chegarmos a um acordo, é claro que não temos outra escolha senão tomar medidas a nível europeu. Mas ainda há tempo para chegarmos a um compromisso e espero que a sabedoria também não falte à mesa das negociações", afirmou o ministro francês, Bruno Le Maire.
Segundo a associação espanhola de produtores agrícolas, COAG, o setor do azeite será o mais afetado em Espanha caso os Estados Unidos imponham 25% de tarifas sobre os produtos agrícolas europeus.

Deixe seu Comentário