Campo Grande/MS, 15 de Agosto de 2018

Fotojornalismo

Superação: índia terena de Mato Grosso do Sul se forma em medicina

Redação TerereNews
Foto: Laura Feliciana Paula Laura Feliciana Paula
Laura Feliciana Paula

Na manhã desta sexta-feira (25), o Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM/MS) entregou registros profissionais à 43 médicos recém formados, entre eles estava a indígena terena, Laura Feliciana Paula.

A jovem é a primeira de sua etnia à conquistar o título de médica e revelou o quanto se orgulha disso: “ Todos os patrícios que conquistam um diploma de graduação servem de exemplo para as novas gerações. Nós indígenas enfrentamos muitas dificuldades para estudar, não só pela questão cultural como também pela questão sócio econômica, durante o curso deixamos de ser alguém que pode ajudar nas despesas e passamos a ser alguém dependente de ajuda financeira”.

Laura explicou ainda que na universidade não haviam outros indígenas e isso também foi um obstáculo, pois de acordo com ela o conceito de comunidade da cultura indígena é mais forte que das outras raças e por isso esta conquista se torna tão grande tanto para ela quanto para todo seu povo.

O pai de Laura, muito emocionado conta o quanto se sente orgulhoso de sua filha: “Quando criança eu ouvia que indígena é preguiçoso, e acomodado. E não somos! Procurei dar a melhor educação para minhas filhas e ensina-las a correr atrás de seus sonhos. Hoje pude vê-la receber o registro profissional, com a sensação de dever cumprido.

O presidente do CRM/MS, Celso Rafael Gonçalves Codorniz, declara que se sente lisonjeado por fazer parte do inicio da carreira desta jovem médica que está entrando para história de sua etnia.

Ariadne Carvalho - Abaetê Comunicação 

Deixe seu Comentário