Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 24 de Agosto de 2019

Campo Grande

Servidor da Agepen é homenageado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Servidor da Agepen é homenageado

 O agente penitenciário da área de Segurança e Custódia, Richard Dias, está ministrando curso de Armamento e Tiro para habilitar 150 guardas civis ao uso de arma de fogo para porte institucional. Como forma de homenagem, o servidor foi condecorado com a Medalha “José Antônio Pereira”, da Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande (GCM/CG).

A solenidade aconteceu na manhã, desta sexta-feira (9.8), no auditório da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), na capital, e contou com diversas autoridades.

Dentre as 15 personalidades condecoradas, também foi homenageado o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antônio Carlos Videira, que foi representado pelo secretário-adjunto, cel. Ary Carlos Barbosa. A honraria é concedida a personalidades civis e militares que tenham prestado relevantes serviços e apoio à Guarda Civil Metropolitana. Além disso, dez guardas civis também receberam a medalha, que se destacaram pelo seu valor pessoal de modo a terem contribuído decisivamente para o fortalecimento da instituição.

Instituída pelo Decreto Municipal nº 12.696, de 05 de agosto de 2015, a homenagem é realizada pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social. Presente no evento, o prefeito Marquinhos Trad, destacou os diversos avanços conquistados para as melhorias estruturais do município, em alusão aos 120 anos de Campo Grande, e a importância da realização de um sonho antigo da categoria, que é o novo plano de cargos e carreiras da Guarda Civil. “Receberão a maior e melhor remuneração de guardas civis metropolitanos do país, pode ser alto, mas é justo”, afirmou, parabenizando o trabalho dos servidores e autoridades homenageadas.

O secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, citou a pesquisa divulgada esta semana referente ao Atlas da Violência 2019, onde Campo Grande foi considerada a segunda capital brasileira menos violenta do país, conforme dados de 2017 e com redução do índice de violência de mais de 28% em relação a 2016.

“Isso significa que as forças de segurança do estado e da capital têm trabalhado de forma integrada, cada qual com suas missões, mas de forma conjunta, que é o mais importante”, afirmou ressaltando que a GCM completou 29 anos de existência e nos últimos 32 meses houve uma evolução, em relação à questão de legislação, valorização e estruturação como um todo da carreira. “Isso graças à logística, capacitação e investimento”, finalizou Valério.

O diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Aud de Oliveira Chaves, parabenizou o servidor Richard pela dedicação com que vem exercendo seu trabalho e o comprometimento com a segurança pública, além das constantes capacitações que vem realizando em prol do aperfeiçoamento profissional. “É através do conhecimento que podemos melhorar qualquer categoria e oferecer um serviço com mais qualidade à população”, afirmou.

Capacitação

Dividido em três módulos, o curso de Armamento e Tiro ministrado pelo agente penitenciário Richard Dias, é voltado ao manuseio, emprego tático e regras de segurança com arma de fogo do tipo revólver calibre .38 SPL, com foco na eficiência e segurança, dentro dos princípios do uso legal e proporcional da força.

As aulas estão sendo ministradas, de forma teórica e prática, com três turmas de 50 alunos cada. Ao final de cada módulo, os guardas civis passarão por uma avaliação. O servidor penitenciário, Nélio Alves da Costa Júnior, também está participando do curso como instrutor auxiliar.

O convite para a realização do curso foi feito pela Guarda Civil Metropolitana, que solicitou a liberação dos servidores para a Agepen. De forma voluntária, Richard e Nélio iniciaram a ministração das aulas na última sexta-feira (2.8); o curso prossegue até o dia 06 de setembro.

Credenciado pela Polícia Federal e o Exército Brasileiro, Richard já atuou como instrutor de Armamento e Tiro em diversas instituições, além disso, possui vários cursos específicos na área operacional, de escolta, intervenção e táticas prisionais.

“Para mim é muito significativo receber essa condecoração, pois já fui Guarda Municipal em Santo André e conheço as dificuldades do serviço. Hoje estou contribuindo não só para a Guarda, mas para a sociedade campo-grandense com uma Guarda armada e bem preparada; quem ganha é a população, pois aumentará em muito a segurança da sociedade”, agradeceu Richard destacando o apoio da agência penitenciária.

Atualmente é comandante do Grupo de Intervenção Tática (GIT) do Comando de Operações Penitenciárias (COPE) da Agepen. Já tendo atuado como agente penitenciário no estado de São Paulo (SP), também foi guarda municipal de Santo André (SP) e fez parte do corpo de Fuzileiros Navais. Richard é formado em Gestão em Segurança Pública e com pós-graduação na área, com ênfase no sistema prisional.

Texto e Fotos: Tatyane Santinoni.

Deixe seu Comentário