Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 17 de Setembro de 2019

Política Regional

“Saímos confiantes”, diz prefeito de Brasilândia no Governo Presente

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Projeto “Governo Presente”

Depois de se reunir nesta sexta-feira (13.9) com o governador Reinaldo Azambuja na 1ª edição do projeto “Governo Presente”, o prefeito de Brasilândia, Antônio Pádua Thiago, disse que está “bastante confiante” em relação ao atendimento das demandas apresentadas. “Saímos com a certeza de que o governador não vai medir esforços para atender nossa cidade”, afirmou. 

A aquisição de uma ambulância para a saúde municipal está entre as principais reivindicações de Brasilândia. “O governador vai trabalhar junto com os deputados, em liberação de emendas, para atender essa demanda”, explicou o prefeito.

Entre 2015 e 2019, o Governo Estadual investiu mais de R$ 69 milhões na cidade. Entre as obras executadas, a recuperação asfáltica da MS-395 e pavimentação da MS-040 ganham destaque, pois melhoram a malha rodoviária do município, contribuem com o desenvolvimento local e dão mais segurança à população.

Também participaram da audiência a presidente da Câmara Municipal, vereadora Maria Jovelina da Silva, acompanhada dos demais parlamentares, e o deputado estadual Gerson Claro.

Governo Presente

Por meio do projeto, o Governo do Estado leva o gabinete do governador Reinaldo Azambuja para atendimento no interior. Para ele, a iniciativa descentraliza a gestão. “As demandas estão chegando e vamos organizá-las para realizar muitas das vontades dos municípios – sem cor partidária, sem lado a ou lado b, apenas do lado da população”, afirmou Reinaldo Azambuja.

“O governador, de maneira simpática e empática, recebeu nossas demandas. Parabenizo toda a equipe por essa iniciativa. Estar aqui é importante para ouvir a população através de seus representantes, que são os vereadores e prefeitos”, completou o prefeito de Brasilândia.

Estão presentes no projeto os secretários Sérgio de Paula (Articulação Política), Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Meio Ambiente Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Geraldo Resende (Saúde), Maria Cecília Amendola da Motta (Educação), Luís Roberto (adjunto da Infraestrutura) e Ary Carlos Barbosa (adjunto da Justiça e Segurança Pública).

Deixe seu Comentário