Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 16 de Outubro de 2019

Mato Grosso do Sul

Reinaldo Azambuja inicia terceira etapa do Governo Presente e destaca importância de ouvir as prioridades

Governo do Estado do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Estado do Mato Grosso do Sul Reinaldo Azambuja

Após passar por Três Lagoas e Rio Verde, o Governo Presente iniciou nesta quinta-feira (03.10) o atendimento em Aquidauana – onde estão sendo recebidas lideranças de 16 municípios. O governador Reinaldo Azambuja explicou que, desde 2015, tem mantido conversa com todos os prefeitos, mas que o diferencial do programa é o atendimento individual por município com a presença de secretários, dirigentes de empresas estatais, procuradoria jurídica e toda a estrutura de governança.

“O mais importante no Governo Presente é falar com as lideranças locais, prefeitos e prefeitas, vereadores, sindicatos, organização sindical local. São muito diversas as vontades e necessidades de cada município. [Por meio desse programa,] Traz praticamente todo o governo, secretários e pessoas que compõem o governo para discutir as prioridades. Você, com certeza, vai errar menos porque vai direcionar os recursos nas prioridades de cada um dos municípios”, explicou Reinaldo Azambuja.

O governador disse ainda que as reuniões não são políticas, mas técnicas. Nesta etapa estão sendo atendidos os municípios de Anastácio, Jardim, Bonito, Sidrolândia, Aquidauana, Bela Vista, Caracol, Bodoquena, Nioaque, Dois Irmãos do Buriti, Terenos, Ladário, Corumbá, Porto Murtinho, Maracaju e Guia Lopes da Laguna. As audiências estão sendo realizadas no Cras II, que fica na avenida Mato Grosso do Sul, 262, no bairro Nova Aquidauana.

A iniciativa foi muito elogiada pelo prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro. “O governador teve uma ideia brilhante. Levar o Governo para o interior é realmente uma ideia muito interessante. Aqui a gente tem a oportunidade de conversar melhor. Os prefeitos virão de toda nossa região Sudoeste para ter um contato mais rápido, próximo da prefeitura, as secretarias, jurídico, governo, enfim, todas elas, para ouvir as demandas. Temos a absoluta certeza de que o governo vai ser bastante carinhoso e atender nossas demandas”, disse.

Paulo de Camargo Fernandes – Subsecretaria de Comunicação

Fotos: Chico Ribeiro

Deixe seu Comentário