Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 18 de Agosto de 2019

Campo Grande

Região das Moreninhas recebe força-tarefa de combate ao mosquito Aedes aegypti

Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação Os agentes irão fazer vistorias em imóveis e terrenos baldios

Nesta quinta-feira (18) e no sábado (20), cerca de 80 servidores da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais da SESAU (CCEV) estarão mobilizados no trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya – na região das Moreninhas. A ação contará com apoio de um chaveiro para vistoria de imóveis fechados e com um caminhão da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) para recolhimento de materiais inservíveis.

Segundo informações da coordenadoria, a expectativa é de que durante os dois dias, mais de 2,7 mil imóveis sejam inspecionados. Durante toda semana, servidores da equipe de Educação em Saúde da coordenadoria percorrem os espaços de convívio social, comércios e igrejas, orientando os moradores sobre a importância da prevenção.

Os agentes irão fazer vistorias em imóveis e terrenos baldios, além de atuar na remoção de materiais inservíveis e eliminação e identificação de depósitos e focos do mosquito Aedes aegypti.

Dados epidemiológicos

De janeiro até o dia 16 de abril, foram notificados 22.187 casos de dengue no Município, sendo 4.531 confirmados e seis óbitos.  A série histórica e o boletim completo com dados de dengue, zika e chikungunya podem ser conferidos neste link. (http://www.campogrande.ms.gov.br/sesau/boletins-epidemiologicos-2019/).

Pontos críticos

Os bairros Jardim Noroeste, Centro-Oeste, Chácara dos Poderes, Nova Campo Grande, Los Angeles, Moreninhas, Veraneio e Maria Aparecida Pedrossian, respectivamente, apresentam os maiores índices de notificação da doença.

Por conta da epidemia, a SESAU tem intensificado as ações de bloqueio nestas regiões e aumento ou efetivo do fumacê de 3 para 13 equipes que rodam diariamente estes locais.

Deixe seu Comentário