Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 23 de Setembro de 2019

Saúde

Quase 17 mil campo-grandenses nasceram em 2018, média de 758,5 bebês por mês

Assessoria de Comunicação
Foto: Tereré News Davi nasceu no dia 28 de novembro na Santa Casa de Campo Grande-MS

Davi nasceu no dia 28 de novembro na Santa Casa de Campo Grande-MS. Foto: Tereré News.

Dados da Coordenadoria de Estatísticas Vitais (Cevital) da Secretaria Municipal de Sáude (SESAU) divulgados nesta sexta-feira (24) revelam que no ano de 2018 foram registrados 16.446 nascimentos (nascidos vivos) em Campo Grande.

Conforme o boletim, 16.329 nascimentos ocorreram em hospitais, 57 em outros estabelecimentos de saúde, 51 partos foram domiciliares e nove ocorreram em outros locais.

A Associação de Amparo a Maternidade e a Infância (Maternidade Cândido Mariano) concentrou a maior quantidade de nascimentos (9.102), o que representa 55,6% do total, sendo a média de 758,5 nascimentos por mês.

A Santa Casa de Campo Grande concentra a segunda maior taxa de nascimentos, com 3.128 nascidos vivos, ou equivalente a 19,1% do total e média mensal de 260,7 nascimentos por mês.

Em seguida aparecem os hospitais Regional e Universitário com 2.193 (13,4%) e 1.701 nascimentos (10.4), respectivamente, e o Hospital Geral do Exército com 192 nascimentos.

As dez unidades de urgência e emergência do município (UPAs e CRSs) registrados 54 nascimentos durante o ano de 2018, conforme o boletim abaixo:

WhatsApp Image 2019-05-24 at 14.51.32

Dos 14,226 nascimentos de residentes em Campo Grande em 2018, 13,3% foram de mães adolescentes, 70,7% foram de mães de 20 a 34 anos e 16% de mães com 35 anos ou mais. No ano anterior (2017),  a gravidez na adolescência foi de 14,0%, 71,8% foram de mães entre 20 e 34 anos e 14,2% nas mães acima de 35 anos, o que revela uma tendência para diminuição na gravidez precoce.

Deixe seu Comentário