Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 23 de Setembro de 2019

Tempo

Quarta-feira será mais um dia quente e sem chuva em Mato Grosso do Sul

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Tereré News Tempo de sol

 A quarta-feira (21.8) promete ser mais um dia de muito sol em toda região centro-oeste. Mato Grosso do Sul pode registrar temperaturas entre 13°C e 36°C, e não há previsão de chuva.

Conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), uma massa de ar seco deixa o tempo firme em todo o Estado, fazendo com que os índices de umidade do ar atinjam níveis de atenção, principalmente nas horas mais quentes do dia, podendo chegar aos 20%, considerado alerta pela Organização Mundial de Saúde (OMS).  

Na Capital, os termômetros podem registrar mínima de 17°C, e máxima de 31°C, com umidade do ar entre 30% e 80%. O tempo deve permanecer parcialmente nublado a claro.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) e o Instituo Nacional de Meteorologia (Inmet) – órgãos nacionais e oficiais de monitoramento – não informam expectativa de chuva para Campo Grande. Nesta quarta-feira, a Capital completa 35 dias sem chuva, conforme dados registrados do INMET.

Previsão de chuva

Com esse clima seco, que causa problemas de saúde e provoca queimadas, muita gente tem se perguntado: Quando chove? Conforme análise da coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, a próxima chuva está prevista para o final do mês. 

“Mato Grosso do Sul tem expectativa para pancadas de chuva com baixos acumulados preliminarmente no dia 31 de agosto e 01 de setembro abrangendo as regiões pantaneira, sudoeste, sul e central”, avalia. 

Ainda de acordo com a especialista em meteorologia, a chuva pode vir acompanhada de queda nas temperaturas. “Entre os dias 04 e 05 de setembro, o mesmo modelo demonstra chuvas com acumulados maiores e mais generalizadas no Estado. As características do sistema mostram as instabilidades de uma frente fria e para o mesmo período” pontua, destacando que os dados são do modelo de previsão numérica emitido pelo NOAA/EUA, e são informações iniciais que ainda serão monitoradas e atualizadas. 

Mireli Obando, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto: Saul Schramm

Deixe seu Comentário