Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 26 de Maio de 2019

Fotojornalismo

Promotora de Justiça recebe prêmio “Selo Resgata”

Elizete Alves/jornalista – Assecom
Foto: Divulgação A Promotora de Justiça, Regina Dornte Broch

Pelo 2º ano consecutivo, a Promotora de Justiça do Ministério Público de Mato Grosso do Sul e Presidente do Conselho da Comunidade de Campo Grande, Regina Dornte Broch, recebeu nesta segunda-feira (6/5), em Brasília (DF), pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), o prêmio “Selo Resgata”, concedido pelo reconhecimento do engajamento na política pública de geração de trabalho e renda para as pessoas privadas de liberdade e egressos do sistema prisional.

O reconhecimento é destinado às empresas, órgãos públicos e empreendimentos de economia solidária que contratam presos, egressos do sistema prisional e pessoas que estão cumprindo penas alternativas.

Criado pela Portaria 630, de 3 de novembro de 2017, o Selo Resgata é uma estratégia do Depen para dar visibilidade positiva para as entidades que colaboram com a reintegração social dessas pessoas com a oferta de vagas de trabalho. A iniciativa faz parte da Política de Promoção e Acesso ao Trabalho no âmbito do Sistema Prisional.  O primeiro ciclo de certificação, 2017/2018, contemplou 112 instituições em todo o país. 

Este ano, 198 empresas públicas e privadas, de 15 estados foram habilitadas com o “Selo Resgata” 2019/2020, o Selo Nacional de Responsabilidade Social pelo Trabalho no Sistema Prisional.

São 5.603 presos e egressos empregados por empresas públicas e privadas nos seguintes estados: Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Deixe seu Comentário