Prestadoras de serviços públicos podem ser obrigadas a instalar central física para atender consumidor

Sharing is caring!

Projeto de Lei que obriga empresas prestadoras de serviços públicos a instalar central física de atendimento ao consumidor foi aprovado, nesta quinta-feira (30/11), por unanimidade, em primeira discussão.

De autoria do líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Chiquinho Telles (PSD), o projeto determina que o atendimento das empresas, tais como de internet, telefonia móvel ou fixa, TV por assinatura, água e energia, deve obedecer ao horário comercial, garantir a qualidade e os mesmos serviços disponíveis via “call center”, com funcionários treinados para sanar dúvidas e problemas.

As prestadoras de serviços deverão ainda divulgar o endereço das sedes de atendimento ao consumidor em endereço eletrônico e nas faturas de pagamento, quando for o caso.

Para Chiquinho Telles, é inadmissível que os consumidores sejam colocados, muitas vezes, em situação de impotência diante de métodos sistematizados, “pois não há o que fazer, apenas aguardar um atendimento automático”.

 Dessa forma, argumentou o parlamentar, aquilo que poderia ser facilmente resolvido ou esclarecido em uma conversa direta com o atendente, acaba virando processos judiciais, pois “é evidente a má vontade e falta de comprometimento do atendimento prestado pelo funcionário, via telefone”.

Além de proteger o consumidor e seus direitos, defendeu Chiquinho Telles, o Projeto de Lei vai gerar empregos, fomentando o mercado de trabalho de Campo Grande.

 

Assessoria de Imprensa do Vereador

Fonte: Câmara Municipal de Campo Grande/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *