Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Outubro de 2019

Saúde

População aprova nova estrutura da Casa da Saúde

Governo do Estado do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Estado do Mato Grosso do Sul Casa da Saúde

A partir desta segunda-feira (07.10) a Casa da Saúde passou a atender no Bairro Cabreúva, na rua Onze de Outubro, nº 220. A amplitude do espaço, a qualidade do atendimento, o abastecimento de medicamentos, e o estacionamento próprio, foram os pontos destacados pela população neste primeiro dia de atendimento no novo endereço.

Ana Patrícia Damasceno Dias, 41 anos parabenizou o Governo do Estado pela mudança. “Achei essa mudança interessante e muito importante para a população. Até que enfim mudou para um espaço maior, com mais conforto, lá era bem pequeno e apertado. Meu mais velho tem 21 anos, pegou medicação por oito anos, e nunca faltou. Agora meu pequeno de 13 anos que está fazendo tratamento de idade óssea. Não tenho o que reclamar, sempre fui bem atendida. Todos os medicamentos que precisei nunca faltou. A saúde, está de parabéns pela mudança”, pontuou.

Aos 78 anos, Celíria Maria da Rocha, busca medicação na casa da saúde há pouco mais de um ano, e declarou estar satisfeita com a mudança. “Está bom o atendimento. Achei o remédio que precisava, isso é o mais importante. Agora se não achasse que era ruim né?”, declarou sorridente. 

Acompanhada da filha a aposentada Laize Leucio Romulo, 58 anos, destacou a organização das novas instalações da Casa da Saúde. “Ficou bem melhor a estrutura aqui”. A filha Ana Paula também elogiou. “Sempre teve todos os medicamentos, mas lá era bem enrolado, mais difícil. Aqui foi bem mais fácil, na questão de organização”, destacou.

Nova Estrutura

Com média de 600 a 700 atendimentos diários, o antigo espaço foi ficando pequeno para atender a demanda. Com isso, o prédio do bairro Cabreúva foi readequado e passou por reforma para abrigar a Casa da Saúde, que agora conta com mais de 1,3 mil metros quadrados, onde estão distribuídos, depósitos de medicamento, que tiveram sua capacidade de armazenamento dobrada, salas administrativas, e áreas comuns. O novo espaço possui 96 assentos de atendimento e onze guichês.

O Coordenador Geral de Assistência Farmacêutica, Carlos Alberto Andrade e Jurgielewicz, explica que foi feito todo um planejamento prévio para que as mudanças ocorressem, sem prejudicar a população, inclusive com entrega de medicação dobrada, excepcionalmente para as pessoas atendidas dentro do período no qual foi realizada a mudança. “Ninguém ficou desabastecido”.

O planejamento também inclui a questão do transporte público para quem precisa buscar medicação no novo endereço. Conforme o gestor, há quatro meses a instituição vem conversando com Agencia Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) e Consórcio Guaicurus para alinhar e adequar as linhas.

“Fizemos pesquisa de usuários da Casa da Saúde antiga, para ver a frequência de número de pessoas. E está acordado que será monitorado ao longo dessa semana, a frequência, o horário de pico, qual é o número de usuários que estão frequentando, e se for necessário será readequado o trafego viário. Tudo isso a gente tem conversado para melhor atender a população. E essa é a determinação do Governador Reinaldo Azambuja, que a casa da saúde seja uma referência nacional”, pontuou.

A Casa da Saúde fornece medicamentos disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e também os medicamentos de ação judicial. O atendimento é feito das 7h às 19h.

Mireli Obando, Subsecretaria de Comunicação de Mato Grosso do Sul

Fotos: Saul Schramm

Deixe seu Comentário