Política: Marquinhos compara Puccinelli a Lula para a disputa das eleições de 2018

Sharing is caring!

Petistas aparece em 1º lugar nas intenções de voto para a presidência

MidiaMax

Foto: Diário da Mídia

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), que participou neste sábado (13) de agenda pública, comparou as chances do ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli – alvo da operação Máquinas de Lama, da Polícia Federal –, em chegar ao poder nas eleições de 2018 com o desempenho do ex-presidente da república Luis Inácio Lula da Silva (PT), investigado pela operação Lava-jato, que tem aparecido em 1º lugar nas pesquisas de intenção de voto para a presidência.

“Você viu o que aconteceu com o Lula? Qualquer pesquisa coloca ele em primeiro lugar, e não sei até que ponto isso pode refletir”, opinou o chefe do executivo municipal, fazendo menção ao desempenho do petista, que em meio a denúncias de corrupção aparece em primeiro lugar nas intenções de voto para a eleição presidencial do ano que vem.

Assim como Lula, André Puccinelli é acusado de ser o chefe de um esquema de corrupção durante seu mandato, que teria resultado em um prejuízo de R$ 150 milhões aos cofres públicos. O ex-governador agora usa uma tornozeleira eletrônica de monitoramento, dispositivo usado comumente por presos que cumprem prisão domiciliar ou que estão no regime semiaberto. “A população exige fiscalização, mas querem justiça e não ouvir qualquer ação judicial em desfavor”, rebateu.

O ex-governador do Estado e principal adversário político do pemedebista, Zeca do PT também comparou as chanches de Puccinelli chegar ao poder, assim como Lula, e disse acreditar que o nome é um dos mais fortes no Estado para as eleições. “Se não for suficientemente provada essas investigações ele pode voltar mais forte do que era. Pega o caso do Lula, com quatro ou cinco investigações, fica cada vez mais forte porque começa a cair a ficha de que não tem elemento ou provas suficientes como manda a constituição e os códigos penais”, finalizou o deputado federal, que já anunciou que pretende disputar uma cadeira no Senado em 2018.

Operação ‘Máquinas de Lama’

A 4ª fase da Operação Lama Asfáltica, batizada de Máquinas de Lama, tenta desmontar ‘organização criminosa’ que desviou recursos públicos durante o governo de André Puccinelli. Segundo a Polícia Federal, os desvios eram feitos por meio de direcionamento de licitações públicas, superfaturamento de obras públicas, aquisição fictícia ou ilícita de produtos e corrupção de agentes públicos, que resultaram em um prejuízo de cerca de R$ 150 milhões aos cofres públicos.

A PF cumpre ordens judiciais de busca, apreensão e prisão em diversos endereços de Campo Grande. Um dos mandatos cumprido é no apartamento de André Puccinelli (PMDB).

Tereré News

Editor - Tereré News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *