Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 16 de Julho de 2019

Polícia

Polícia Militar Ambiental de Campo Grande autua no mesmo valor vendedora de 25 m³ de madeira em toras para madeireira autuada em R$ 7,5 mil

Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande realizavam fiscalização ambiental no município de Dois Irmãos do Buriti no dia 14 à tarde e apreenderam um caminhão carregado com 25 m³ em toras de madeira transportada ilegalmente, tendo em vista que no Documento de Origem Florestal (DOF) constava apenas 12 m³ de madeira, caracterizando excesso de 13 m³.

Ontem (15), a equipe seguiu para a fazenda de onde estava saindo a madeira que foi apreendida, para averiguar as licenças para a derrubada das árvores. No local verificou-se que a proprietária rural possuía a licença para a exploração. Ao ser informado da apreensão, o filho da proprietária afirmou que emitiu a nota na quantidade constante no DOF e não sabia que a madeireira teria carregado os 13 m³ de excesso, sendo que o carregamento fora acompanhado por um funcionário, que não entenderia de cubagem de madeira.

De qualquer forma, os Policiais Militares Ambientais autuaram administrativamente a proprietária rural (65), residente em Campo Grande, pela responsabilidade em conferir a saída correta da madeira. Ela terá direito a recurso junto ao órgão ambiental, que julgará a autuação.

Deixe seu Comentário