Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 20 de Agosto de 2019

Nacional

PF combate o contrabando de cigarros na serra catarinense

Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação / Assessoria operacao20da20pf202019jpeg.jpg

Lages/SC - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (6/8) a Operação Fumus Malus, visando combater a introdução clandestina e comercialização de cigarros oriundos do Paraguai no país. Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Lages, Correia Pinto e Bom Retiro/SC. Também foi expedido um mandado de prisão preventiva contra o principal investigado, residente no bairro Gralha Azul, em Lages.
A partir de informações de populares, a PM em Lages/SC reuniu indícios de que os investigados atuavam no contrabando de cigarros, crime de atribuição investigativa da União, tendo a PF passado a investigar o caso. Foram identificados vários fornecedores de cigarros estrangeiros para a região da serra catarinense, especialmente Lages e municípios vizinhos. Tais fornecedores, apesar de serem concorrentes na distribuição de cigarros ilegais, também prestavam auxílio mútuo e atuavam de forma associada.
Durante a investigação, iniciada em fevereiro de 2019, a PF lavrou seis autos de prisão em flagrante, sendo presas nove pessoas. Foram também apreendidos quase 85 mil maços de cigarros estrangeiros, duas armas de fogo, seis veículos e pouco mais de R$ 50 mil em espécie.
Estima-se que o prejuízo causado com a prática criminosa ultrapasse o valor de R$ 1 milhão, ao longo dos últimos seis meses, somente com a sonegação de impostos. Além disso, existe também o imensurável prejuízo à saúde pública.
Os investigados serão indiciados pelos crimes de contrabando de cigarros e associação criminosa, cujas penas podem chegar a 5 e 4 anos de prisão, respectivamente.

Deixe seu Comentário