Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 18 de Agosto de 2019

Destaques Empresariais

PDVend é eleita startup do ano pela ABComm

Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação Em novembro passado, a startup lançou no mercado sua própria maquininha de cartões, a PDVendPay.

Reconhecimento vem da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico e foi anunciado ontem (terça, 16/4) durante a cerimônia de entrega do Prêmio ABComm de Inovação Digital 2019

A PDVend é a startup do ano. O reconhecimento vem da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e foi anunciado ontem (terça, 16/4) durante o Prêmio ABComm de Inovação Digital 2019, realizado no Espaço Sociocultural – Teatro CIEE, em São Paulo. A cerimônia integrou o evento DigitalizeMe, que mapeou tendências de e-commerce, marketing digital, mobile marketing e omnichannel. 

"A ABComm é uma das instituições de comércio eletrônico mais respeitadas da América Latina. Por isso, para nós, é uma grande honra conquistar essa premiação", afirmou Marcelo Souza, diretor comercial da startup. O processo de seleção envolveu uma consulta pública via votação digita, na qual a PDVend foi a vencedora. "Temos hoje uma forte interação com o varejo, tanto offline quanto online, então é uma grande vitória ser reconhecido pelo mercado e pela Associação desta maneira",  completou Souza. 

REVOLUÇÃO

Fundada em Brasília e hoje com sede em São Paulo, a PDVend vem desempenhando um papel catalisador e acelerando transformações no mercado de tecnologias de gestão. Com apenas quatro anos de existência, saiu à frente no desenvolvimento de soluções para implementar mobilidade à gestão de negócios e já tem seu sistema presente em equipamentos de  grandes adquirentes, além de oferecer a possibilidade de rodá-las em qualquer celular ou tablet com sistema Android. 

O resultado prático tem beneficiado os varejistas de todo o Brasil: gestão de negócios mais barata, eficiente, integrada e acessível de qualquer lugar. Na nuvem, o software de gestão criado pela PDVend reúne todos os dados de vendas, emissão da NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica), estoque e resultados, transportando a loja e seus bastidores para qualquer endereço. 

“Desde o início, nossa missão é permitir que micro e pequenas empresas do varejo efetuem e gerenciem vendas a partir de qualquer dispositivo, tornando-as mais eficientes e lucrativas” comenta Danilo Colombo, diretor de marketing. 

Em novembro passado, a startup lançou no mercado sua própria maquininha de cartões, a PDVendPay. Além de oferecer taxas mais competitivas, a novata substitui todo o aparato de frente de caixa convencional (computador, monitor e impressora) e tem a bateria dos sonhos de qualquer lojista, com duração de até dois dias.

Deixe seu Comentário