Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 16 de Outubro de 2019

Polícia

Operação Hórus: DOF apreendem pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai

Departamento de Operações de Fronteira (DOF)
Foto: Assessoria de Comunicação Pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai

Durante a Operação Hórus policiais do DOF apreendem quase 50 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai

Em detrimento da Operação Hórus, que conta com forças federais e forças do Estado de Mato Grosso do Sul, Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) avistaram, na tarde de ontem, enquanto realizavam saturação na região de Naviraí, uma carreta Bitrem Graneleira Mercedes Benz com placas de Iporã do Oeste (SC), que trafegava no sentido Naviraí/Ivinhema (MS) e que, ao ser dada ordem de parada para que se

realizasse uma melhor vistoria veicular, o motorista conduziu a carreta pela contramão de direção, ultrapassou o bloqueio policial e fugiu em alta velocidade.

Iniciou-se um acompanhamento tático pela equipe policial do DOF sendo que, alguns quilômetros à frente, os policiais visualizaram a carreta parada no acostamento da rodovia, com a porta do motorista aberta e o motor ligado. O condutor fugiu e não foi localizado. Durante a vistoria constatou-se o carregamento de 47.250 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai.

Ao checar os agregados do veículo (numeração de chassi e motor), os policiais descobriram que o veículo trator foi roubado no município de Palmeira (PR), no dia 29 de março de 2019. O reboque e o semirreboque estavam com as placas e chassis adulterados e não foi possível realizar suas identificações. Os policiais localizaram oito placas no interior da cabine.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Polícia Federal de Naviraí. 

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e a ligação será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Assecom/DOF/Sejusp

Deixe seu Comentário