Nossa cultura: Tereré é declarado Patrimônio Cultural Imaterial de Dourados

Sharing is caring!

Alan Guedes juntamente com membros e representantes da Academia Douradense de Letras

O vereador Alan Guedes (DEM) comemorou a aprovação do Projeto de Lei 030/2017, de sua autoria, em parceria com a ADL (Academia Douradense de Letras), que declara o Tereré como Patrimônio Cultural Imaterial da cidade de Dourados. O projeto foi votado durante a sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (15), em 1ª discussão e votação, aprovado por unanimidade e seguirá para segunda votação e discussão.

A bebida, que é de origem paraguaia e indígena, está entre os símbolos que melhor retratam a forte cultura do município e Estado. Hoje está presente no dia-a-dia dos douradenses e proporciona interação nos momentos de lazer. “Esse projeto vem ressignificar os símbolos da nossa cidade e o Tereré nada mais é que um elo cultural. Essa era uma demanda antiga dos professores de história e da própria Academia Douradense de Letras (ADL), e todos os atores da área cultural, para que pudesse reconhecer o Tereré como patrimônio imaterial”, explicou Alan.

De acordo com o vereador, outros projetos serão elaborados para trazer os ressignificados dos símbolos que melhor descrevem a cultura douradense. “Já ouvimos outras sugestões e vamos continuar trabalhando para reestruturar esses ícones em Dourados. As famílias se unem mas os vínculos são reforçados quando se está tomando Tereré”, pontuou.

O presidente da ADL, Marcos Coelho, enfatizou que ao ser declarado como Patrimônio Cultural Imaterial, o Tereré ficará marcado para a história e para a cultura nas próximas gerações. “Para a Academia, essa luta figura como um resultado também do FLID (Festival Literário Internacional de Dourados), que teve também o apoio da Câmara e do vereador Alan Guedes. O projeto deixa marcas em nosso município. Para nós, figura como um grande troféu para história, cultura e as próximas gerações”, falou.

A poetisa e membro da ADL, Odila Lange, parabenizou a iniciativa e falou que o projeto é visto como um grande avanço em matéria cultural da cidade. “Quero parabenizar o Alan pela iniciativa. Nós estamos avançando em matéria cultural e que mais projetos como esses sejam feitos e aprovados pela cultura douradense”, disse.

 

Fonte: Assessoria

Tereré News

Editor - Tereré News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *