Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 15 de Outubro de 2019

Deputados Estaduais de MS

Muitos desistiram de votar, reclama Barbosinha sobre eleição para conselheiro tutelar

Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Foto: Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul reclama Barbosinha

Barbosinha e Lidio Lopes falaram sobre falta de organização e demora para votar

 

Uma hora e vinte cinco minutos foi o tempo médio que as pessoas levaram para votar na eleição para conselheiros tutelares, no município de Dourados, segundo o deputado estadual Barbosinha (DEM). Na tribuna, durante a sessão desta terça-feira (8), o parlamentar reclamou da organização e disse que faltou bom senso.

“Com mais de seis mil eleitores, o processo eleitoral para escolha dos novos conselheiros tutelares de Dourados, neste domingo, foi um verdadeiro caos. É absolutamente inimaginável e impossível pressupor que uma cidade como Dourados tenha estabelecido apenas um ponto de votação.  Pelo menos, quatro lugares de votação deveriam ter sido oferecidos. Quanto mais facilitar a ida das pessoas, mais democrático será o processo”, destacou.

Barbosinha afirmou que muitas pessoas saíram da fila e desistiram de votar. “Num pleito que não é obrigatório a votação, são poucas as pessoas que se dispõem a fazê-la. É lamentável, pois foi a escolha dos conselheiros responsáveis por zelar pela proteção de crianças e adolescentes”.

Em aparte, Lidio Lopes (PATRI) também falou da votação em Campo Grande. “13 candidatos reprovados recorreram à Justiça para continuar concorrendo. Eles conseguiram uma liminar e esse foi o motivo de alteração no processo previsto inicialmente. Por isso, não teve cédula para todo mundo”, explicou.

Deixe seu Comentário