Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Maio de 2019

Economia e Negócios

Mobilidade e gestão podem andar juntas com ajuda de startup brasileira

Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação Imagem de ilustração
Imagem de ilustração

Preste atenção: daqui para a frente, cada vez mais rápido, o sistema de frente de caixa tradicional (aquele com computador, monitor e impressora) irá desaparecer dos pontos de venda. No lugar deles, surgem as maquininhas com sistema PDV, novidades que se assemelham visualmente às maquininhas de cartão, mas as superam (e muito!), em funcionalidades.  

Nem parece, mas esses equipamentos compactos reúnem, na palma da mão, o ponto de venda  inteiro e ainda todo a tecnologia necessária para vender e administrar uma empresa de varejo. Do controle de estoque ao emissor de nota fiscal - com direito a recurso para impressão - está tudo ali. E também pode ser levado para qualquer lugar.

Por trás dessa revolução, uma startup brasileira vem desempenhando um papel catalisador e acelerando transformações no mercado. Com apenas quatro anos de existência, a PDVend, hoje com sede em São Paulo, saiu à frente no desenvolvimento de tecnologias para implementar mobilidade à gestão de negócios e já tem suas soluções presentes em equipamentos de grandes adquirentes, além de oferecer a possibilidade de rodá-las em qualquer celular ou tablet com sistema Android. Na semana passada, foi escolhida como startup do ano durante a edição 2019 do Prêmio ABComm de Inovação Digital.

O resultado prático da tecnologia desenvolvida pela startup tem beneficiado os varejistas de todo o Brasil: gestão de negócios mais barata, eficiente, integrada e acessível de qualquer lugar. Na nuvem, o software de gestão criado pela PDVend reúne todos os dados de vendas, emissão da NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica), estoque e resultados, transportando a loja e seus bastidores para qualquer endereço.

“Desde o início, nossa missão é permitir que micro e pequenas empresas do varejo efetuem e gerenciem vendas em qualquer lugar e a partir de qualquer dispositivo, tornando-as mais eficientes e lucrativas” comenta Danilo Colombo, CMO da PDVend.

Em novembro passado, a startup lançou no mercado sua própria maquininha, a PDVendPay. Além de oferecer taxas mais competitivas, a novata tem a bateria dos sonhos de qualquer lojista, com duração de até dois dias.   

Para quem tem loja com espaço reduzido, fazer o caixa desaparecer representa uma saída prática e também visual. “Minimiza a necessidade de ter um monte de computador e tudo fica registrado em nuvem. Esses aspectos são fundamentais para facilitar o treinamento dos nossos franqueados”, conta Adriano Correa, CEO da rede de franquias Fruit Truck.

Some-se a isso o fato de que o equipamento móvel é também estratégico para resolver a demanda por mais pontos de cobrança nos picos sazonais do comércio, facilitando a vida em datas de lotação como Dia das Mães ou Natal.

Sobre PDVend

A PDVend é uma startup que nasceu no Distrito Federal em junho de 2015, orientada a implementar mobilidade à gestão de negócios.

Deixe seu Comentário