Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 24 de Agosto de 2019

Saúde

Mais de 1,3 mil imóveis são inspecionados e 4,7 toneladas de lixo recolhidos durante trabalho contra o Aedes no Macaúbas

Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS
Foto: Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS Lixo recolhidos durante trabalho contra o Aedes no Macaúbas

Mais de 1,3 mil imóveis foram inspecionados e 4,5 toneladas de materiais inservíveis de pequeno e grande volume foram recolhidos durante trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya – realizada nesta segunda-feira (12) na região do bairro Macaúbas.  A ação mobilizou 67 agentes e contou com  apoio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep).

Além da eliminação de criadouros do mosquito, a ação também visa conscientizar a população sobre a importância de manter os cuidados, mesmo em épocas menos chuvosas, através da atuação da equipe de Educação em Saúde da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), que percorre locais de grande circulação de pessoas, como comércios e igrejas, por exemplo, fazendo este alerta.

Ao todo, foram inspecionados 1.354 imóveis, onde foram encontrados nove focos do aedes. Outras 1.065 propriedades que foram visitadas estavam fechadas, não sendo possível a entrada de nenhum agente para vistoriar esses locais.

Em vários pontos do bairro também foram encontrados garrafas e pneus velhos jogados, que poderiam servir como criadouros do mosquito. Ao todo, foram eliminados 679 depósitos que, com qualquer acumulo de água, virariam novos focos de infestação.

O volume de material retirado é equivalente a três caminhões baú, totalizando aproximadamente 4,5 tonelas. A quantidade de pneus descartados de maneira irregular também chamou a atenção.

“É preciso que os donos de borracharias e a população em geral tenha consciência de que não se pode jogar esses materiais (pneus) em qualquer lugar. A gente pede que eles busquem se informar sobre a maneira correta de fazer o descarte”, reforça o chefe do serviço de dengue da CCEV, Vanderlei Roberto.

Mutirões

Durante todo o mês de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), através do Centro de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), realizará diversas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Nesta terça-feira (13) o trabalho será realizado no bairro Los Angeles. Até o fim do mês, os agentes devem percorrer também a região do São Conrado e Paradiso.

Dados epidemiológicos.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado esta semana pela Superintendência de Vigilância em Saúde, no mês de julho foram notificados 474 casos de dengue, o que representa uma redução de quase 80%, quando se comparado com o mês anterior. Em junho foram registradas 2.281 notificações.

De janeiro até agora foram mais de 38 mil casos da doença notificados, sendo 8,7 mil confirmados e oito óbitos. Foram notificados 397 de zika e 201 chikungunya no mesmo período. Boletim epidemiológico completo disponível aqui.

Deixe seu Comentário