Campo Grande/MS, 15 de Outubro de 2018

Notícias da justiça e do direito

Juízes de MS são eleitos para a diretoria da Abraminj

Redação TerereNews
Foto: abraminj abraminj
abraminj

Nesta segunda-feira (11), durante o XXVI Congresso da Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude (Abraminj), por aclamação, foi eleita a diretoria da entidade para o biênio 2018/2020 e os juízes Katy Braun do Prado e Eguiliell Ricardo da Silva, de Mato Grosso do Sul, integram a administração que comandará os destinos da entidade nos próximos dois anos.

Foram eleitos José Antônio Daltoé Cezar (RS), presidente; Katy Braun do Prado (MS), primeira vice-presidente; Daniel Konder (RS), segundo vice-presidente; Eguiliell Ricardo da Silva (MS), secretário-geral; Noeli Salete Tavares Reback (PR), segunda-secretária; Charles Maciel Bittencourt (RS), primeiro tesoureiro; e Cleciana Guarda Lara Pech (RS), segunda tesoureira.

Questionada sobre as expectativas a respeito do trabalho a ser realizado no próximo biênio, a juíza Katy Braun do Prado, que é coordenadora da Infância e da Juventude de MS, explicou que a nova diretoria tem a expectativa do fortalecimento institucional da Associação. “E faz planos de buscar se aproximar de outros organismos que lutam pelos direitos da criança, além de atuar no suporte técnico dos juízes da infância do país”.

Conheça – No Conselho Fiscal estão Adhailton Lacet Correia Porto (PB), Arnaldo José Lemos de Souza (BA) e Eulice Jaqueline da Costa Silva Cherulli (MT). Os suplentes são Rebeca de Mendonça Lima  (AM) e Maria Socorro de Sousa Afonso Silva (GO).

Integram o Conselho Deliberativo Samuel Alves de Melo (SP), Guaraci de Campos Vianna (RJ), Joenildo de Sousa Chaves (MS), Paulo Afonso Garrido de Paula (SP), Rodrigo Lobato Junior Enout (SP), Tarcísio José Martins Costa (MG), Renato Rodovalho Scussel (DF). E da Comissão Técnico-Científica fazem parte Vânia Ferreira de Barros (SE); Carlos Limongi Sterses (GO); e Haroldo Luiz Rigo da Silva (SE).

Atuarão como assessores da presidência Ana Cristina Borba Alves (SC), apoio institucional; Renato Rodovalho Scussel (DF), assuntos legislativos e aperfeiçoamento institucional; Morgana Dario Emerik (ES), Comunicação Social, e Hugo Gomes Zaher (PB), relações institucionais e convênios.

História – A Abraminj nasceu em 1968, no III Encontro Nacional de Juízes de Menores, quando foi criada e instalada como Associação Brasileira de Juízes de Menores, com sede provisória em Brasília.

Em 1979, a entidade passou a denominar-se Associação Brasileira de Juízes e Curadores de Menores, em seu congresso de Vitória, acolhendo membros do Ministério Público. Em 1991, de novo em Vitória, é adotada nova denominação: Associação Brasileira dos Magistrados e Promotores de Justiça da Infância e da Juventude.

Em 1995, em Brasília, a Associação reafirma ser continuadora da entidade primitiva fundada em 1968 e decide promover a volta da instituição às suas origens, passando a ser constituída tão somente por magistrados que tenham trabalhado ou trabalhem na área da infância e da juventude. Assim nasceu a atual Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude (Abraminj).

 

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação - [email protected]

Fonte: Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul

Deixe seu Comentário