Campo Grande/MS, 18 de Outubro de 2018

Nacional

Imóveis no Brasil ficaram mais baratos em 2017

Redação TerereNews
Foto: imoveis imoveis
imoveis

[caption id="attachment_21418" align="alignnone" width="960"] Rio de Janeiro: cidade puxou a queda dos preços dos imóveis em 2017, com baixa de 4,45%. (Chensiyuan/Wikimedia Commons)[/caption]

 

São Paulo – A queda de preços dos imóveis no Brasil parece ter chegado ao fim. Após registrar uma leve alta em novembro, em dezembro os preços ficaram estáveis, de acordo com o Índice FipeZap, que acompanha o valor de venda de imóveis residenciais em 20 cidades.

Mas os dois últimos meses do ano não foram suficientes para impedir que os preços registrem queda em 2017. No acumulado do ano passado, a queda nominal dos preços de apartamentos no país foi de 0,53%, em média. Ao considerar a inflação  esperada para o ano, de 2,78%, o índice registrou queda real de 3,23%. 

A queda real é registrada quando o valor de um determinado bem tem uma alta inferior ao aumento generalizado dos preços, medido por índices inflacionários, como o IPCA. Vale destacar que a variação real não é obtida com uma simples subtração. Para realizar o cálculo, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação.

Mas a baixa dos preços no mercado imobiliário não aconteceu em todas as regiões. No ano passado, apenas 13 das vinte cidades monitoradas pelo índice apresentaram queda nos preços, sem considerar a inflação. Belo Horizonte e Florianópolis foram as duas únicas cidades que tiveram aumento de preço acima da inflação.

A seguir, confira a variação do preço no mês e no ano e o valor médio do metro quadrado nas 20 cidades pesquisadas pelo Índice FipeZap:


































































































































CidadePreço médio do metro quadradoVariação do preço em dezembroVariação do preço em 2017
Rio de JaneiroR$ 9.811-0.24%-4.45%
São PauloR$ 8.745+0.10%+1.40%
Distrito FederalR$ 8.238-0.21%-2.72%
NiteróiR$ 7.225-0.16%-3.43%
FlorianópolisR$ 6.853+0.21%+4.34%
Belo HorizonteR$ 6.475+0.18%+4.77%
FortalezaR$ 6.036-0.01%-3.35%
RecifeR$ 5.899-0.09%-1.26%
São Caetano do SulR$ 5.894+0.71%-0.70%
VitóriaR$ 5.758+0.61%+0.12%
CuritibaR$ 5.734+0.06%+1.30%
Porto AlegreR$ 5.666+0.18%-0.08%
CampinasR$ 5.568+0.26%-0.41%
SantosR$ 5.317-0.22%-0.89%
Santo AndréR$ 5.275+0.19%-0.43%
SalvadorR$ 5.026-0.15%-0.81%
São Bernardo do CampoR$ 4.867+0.12%-0.03%
Vila VelhaR$ 4.638+0.19%+1.35%
GoiâniaR$ 4.137+0.46%+1.10%
ContagemR$ 3.521-0.16%-1.07%

 

Fonte: Revista Exame

Deixe seu Comentário