Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 20 de Setembro de 2019

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado pede apoio aéreo para combater queimadas em áreas críticas

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Apoio aéreo para combater queimadas

O Governo de Mato Grosso do Sul oficializou nesta quarta-feira (11.09) o pedido de apoio aéreo ao Cenad (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres) para combate aos incêndios florestais na região do Pantanal e borda e Serra da Bodoquena, onde ocorrem a maioria dos focos de calor registrados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

A solicitação antecipa o apoio operacional do governo federal que será garantido com o decreto de situação de emergência assinado pelo governador Reinaldo Azambuja. “Estamos nos adiantando a tramitação do pedido de apoio diante da situação crítica, onde mais de 1 milhão de hectares já foram queimados no Estado em 40 dias”, disse o tenente-coronel Fábio Catarinelli, coordenador de Defesa Civil do Estado.

Rota do fogo

Sobrevoo com duração de seis horas, realizado nesta quarta-feira (11), por militares do Corpo de Bombeiros, revelou a extensão e gravidade dos focos de incêndios na região do Pantanal e na sua borda, abrangendo os municípios de Aquidauana, Miranda e Corumbá.

A visualização aérea, com as respectivas coordenadas, vai permitir uma ação planejada da Defesa Civil do Estado e das brigadas de combate ao fogo e o emprego de novos equipamentos.

O tenente-coronel Fernando Carminati, relações públicas do comando do Corpo de Bombeiros, participou do sobrevoo e informou que a situação é crítica, obrigando a aeronave a operar por instrumento devido a fumaça. Citou que o fogo é muito intenso na Fazenda Caiman, em Miranda, onde o levantamento foi feita com a presença dos técnicos que coordenam a ação de combate aos focos. “Vai permitir um combate mais eficaz e pontual no local”, disse Carminati.

O sobrevoo compreendeu oito pontos de focos, com a coordenação do coronel Valdenir Moreira, chefe do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros, incluindo as rotas: Serra da Boa Sentença, Alto Rio Negro, Parque Estadual do Rio Negro, Parque Estadual Touro Morto, Fazenda Caiman, Fazenda Santa Rita (Bodoquena), Aldeia Água Branca e Pantanal de Corumbá.

A ação do Governo do Estado contou com a presença também do capitão Vinicius Gonçalves, comandante do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, que abrange os municípios de Aquidauana, Bodoquena, Miranda e Anastácio.

Texto: Sílvio de Andrade – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Deixe seu Comentário