Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 23 de Setembro de 2019

Política Regional

Governo do Estado garante investimentos de R$ 23 milhões para revolucionar saneamento em Ivinhema

Governo do Estado do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Estado do Mato Grosso do Sul Ivinhema

Mais de R$ 23 milhões em obras de saneamento estão garantidos para o município de Ivinhema. O recurso é proveniente do programa ‘Avançar Cidades – Seleção Contínua’, garantido pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) junto à Caixa Econômica Federal.

Com esse valor, a Sanesul vai construir 82.7 km de rede coletora de esgoto. Além disso, também serão feitas mais de 5 mil ligações domiciliares de esgoto e outras obras complementares do sistema de esgotamento sanitário.

Em breve, o prefeito Éder Uilson França Lima, o Tuta, deve assinar o contrato de liberação de recursos, em um evento oficial previsto para acontecer em Campo Grande. “É uma verdadeira revolução na área de saneamento em nosso município. Uma parceria de Ivinhema com o Governo do Estado, por meio da Sanesul, que tem dado certo. Esse tipo de investimento vai trazer muitos benefícios para nosso município, como a melhoria na saúde da população e na preservação do Meio Ambiente”, ressaltou o prefeito.

Na tarde desta quinta-feira (12.9), o prefeito esteve na sede da Sanesul, em Campo Grande, para conversar com uma equipe técnica da Empresa de Saneamento sobre as obras que serão realizadas na cidade de Ivinhema.

Obras em Execução

Além dos R$ 23 milhões assegurados, a Sanesul está construindo uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no município de Ivinhema. A obra fica às margens da Rodovia MS-141, e terá capacidade de tratar 40 litros por segundo, o que possibilita atender a demanda atual e futura da população ivinhemense.

O diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, explica que as obras de saneamento estão diretamente ligadas ao desenvolvimento do município e à preservação ambiental. “Quando se tem coleta e tratamento de esgoto quem ganha é a população e o meio ambiente, pois todo o esgoto que a Sanesul coleta é tratado, seguindo toda a legislação ambiental vigente”, ressaltou Walter.

Assessoria de Comunicação da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul)

Deixe seu Comentário