Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Outubro de 2019

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado facilita financiamento da casa própria através de subsídio

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Financiamento da casa própria

Recurso do Governo do Estado deu condições para que centenas de famílias de Campo Grande realizassem o sonho da casa própria. Subsídios no valor máximo de R$ 6 mil foram fundamentais para contratação de financiamentos dentro do Programa Minha Casa Minha Vida. Denominada de Faixa 1,5, a modalidade é destinada para famílias com renda familiar de até R$ 2.350.

Nesta terça-feira (2.10), foram entregues 180 apartamentos pelo programa no Residencial Itacira. Desses, 95 foram adquiridos por meio do subsídio. A dona de casa Ilda Maria Aguilheira, de 41 anos e o marido Willian Pereira, de 31, foram beneficiados com o subsídio que, segundo eles, veio em boa hora.

“O subsídio foi fundamental, no momento nós não tínhamos condições de dar o valor da entrada. Hoje nosso sentimento é de grande alegria e agradecimento. Sempre almejamos ter nosso lar, nosso cantinho, é uma alegria que não consigo expressar em palavras”, disse Willian.

A servidora pública Glaucia Maria Alves da Silva, de 39 anos, também recebeu a chave do apartamento novo e gostou do que viu. “Está tudo lindo, do jeito que sempre sonhei. Todo mundo sonha com seu lar e hoje eu conquistei o meu”.

Neste empreendimento foram construídos dois tipos de apartamentos, o primeiro possui 42,17 m², com dois quartos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e circulação. Já o segundo, com 58,08 m², tem um quarto a mais. O espaço também possui playground, espaço do tereré e área arborizada.

O secretário especial do Governo do Estado, Carlos Alberto de Assis, esteve na solenidade parabenizando as famílias. Na ocasião ele também destacou o investimento do governo em habitação. “Até 2022 mais de 5 mil residências serão entregues em Campo Grande, levando para a população o acesso a moradia digna. Já no dia de hoje quero desejar que vocês tenham uma vida muito feliz na residência de cada um”.

Para a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez, os novos empreendimentos movimentam a economia da cidade. “Além de oferecer moradias de qualidade e um bem-estar às famílias, a modalidade gera emprego e movimenta a economia do Estado”.

Na Capital já foram entregues 504 unidades habitacionais pelo Programa Minha Casa Minha Vida “Faixa 1,5”, sendo que o valor do investimento em subsídio por parte do Estado foi de R$ 2,1 milhões. A obtenção do subsídio depende da apresentação das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), além da autorização para utilização do saldo até o limite necessário para aquisição do financiamento.

Rosana Moura – Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab)

Deixe seu Comentário