Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 23 de Abril de 2019

Saúde

Gestantes de São Gabriel do Oeste receberam repelentes

Assessoria de Comunicação
Foto: Tereré News Gravidez
Gravidez

A Prefeitura Municipal de São Gabriel do Oeste, através da Secretaria Municipal de Saúde, inicia a distribuição gratuita de repelentes para gestantes, na próxima segunda-feira (11). A ação visa a prevenção individual contra as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.

 De acordo com a secretária de saúde, Michele Paupério, a ação irá beneficiar todas as gestantes do município que realizam acompanhamento, tanto pelo SUS (Sistema Único de Saúde) ou pela rede particular. Para retirada do repelente, a gestante deve comparecer na sede da Prefeitura Municipal, localizada na Rua Martiminiano Alves Dias, 1211, de segunda à sexta-feira, das 7 às 11 horas e das 13 às 17h.

 Nos casos em que a gestante esteja com dificuldades de locomoção, o produto poderá ser entregue à terceiros, desde que os mesmos apresentem o Cartão Gestante ou documento que comprove o período da gestação.

 O uso de repelentes é uma das formas de prevenção contra as infecções transmitidas pelo mosquito Aedes aegypiti - dengue, chikungunya e vírus zika. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esclarece que não há qualquer impedimento para a utilização destes produtos por mulheres grávidas, desde que estejam devidamente registrados na Agência e que sejam seguidas as instruções de uso descritas no rótulo de cada produto.

 Ainda segundo Michele Paupério, o trabalho conjunto entre a comunidade, secretarias e a equipe de combate a endemias da atual Administração, vem reduzindo significantemente risco de uma epidemia de Dengue, o que não significa que a população deixe de combater focos do mosquito. “A prevenção é sempre a melhor alternativa. Neste ano de 2019, tivemos 11 casos notificados, porém nenhum foi confirmado até o momento. Ainda assim, o uso de repelentes para as gestantes é uma alternativa que complementa a prevenção, especialmente diante dos riscos das doenças provocadas pelo mosquito”, explicou a secretária.

 A aquisição do produto foi destinada às beneficiárias do Programa Bolsa Família, por meio do Programa de Prevenção e Proteção Individual de Gestantes contra o Aedes aegypti, que envolve o Ministério da Saúde e Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS), no âmbito do Plano de Enfrentamento ao Aedes aegypti e à microcefalia. Em São Gabriel do Oeste teve sobra de frascos, por isso, a Administração Municipal decidiu ampliar o público-alvo neste ano.

 Combate ao mosquito

  importante destacar que, para erradicar o mosquito Aedes aegypti e os possíveis criadouros, é necessária a adoção de uma rotina com medidas simples para eliminar recipientes que possam acumular água parada. Pratinhos com vasos de planta, lixeiras, baldes, ralos, calhas, garrafas, pneus e até brinquedos podem ser os vilões e servir de criadouros para as larvas do mosquito.

Deixe seu Comentário