Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Junho de 2019

Campo Grande

Funesp quer expandir projeto “Arte com Pneus” a praças da Capital

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Arte com Pneus

Para concretizar a proposta de levar o projeto “Arte com Pneus” a praças e parques públicos da capital, o presidente da Fundação Municipal de Esportes de Campo Grande (Funesp), Rodrigo Barbosa Terra, visitou a Penitenciária de Segurança Máxima para conhecer o processo de produção dos brinquedos.

O convênio entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Funesp foi firmado no último mês, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Campo Grande. O “Arte com Pneus” é realizado no Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho e consiste na utilização da mão de obra de detentos na confecção de parques infantis, a partir do aproveitamento de pneus em desuso. A iniciativa já beneficiou 14 Escolas Municipais de Ensino Infantil (EMEIs), atendendo, aproximadamente, 5 mil crianças.

Segundo o presidente da Funesp, o objetivo da iniciativa é justamente expandir esse projeto para toda a população, equipando praças e parques públicos para proporcionar momentos de interação e lazer a crianças de diferentes regiões.

“Essa visita teve o intuito de conhecer a dinâmica do projeto, o espaço, a produção e as possibilidades de criação de diferentes tipos de brinquedos. Agora vamos elaborar o projeto piloto, decidir as peças que serão confeccionadas para que possamos adquirir todo o material necessário”, explicou Rodrigo.

Inicialmente, será atendida a praça do bairro Carandá Bosque e, posteriormente, serão estudados outros locais. A previsão é que seja inaugurada em agosto, em homenagem ao mês do aniversário de Campo Grande.

Presente no encontro, a chefe da Divisão do Trabalho da Agepen, Elaine Cecci, destacou que a  iniciativa começou com a implantação nos ceinfs, que é um público restrito. “Isso deu muito certo, agora toda a população campo-grandense poderá ter acesso a esses modelos de parques”, ressaltou. “Nessa parceria todos saem ganhando”, complementou.

Para a chefe da Divisão do Trabalho, “a comunidade sul mato-grossense precisa conhecer o potencial de produção das unidades prisionais, saber que, além da mão de obra disponível, existem espaços para implantação de bons projetos”.

Durante a visita,  foram discutidas, ainda, novas possibilidades de parcerias com a utilização da mão de obra carcerária em prol do esporte e da cultura.

Também estiveram presentes o diretor do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, Mauro Augusto Ferrari de Araújo; e o agente penitenciário e um dos idealizadores do projeto, Vinícius Saraiva de Oliveira.

Arte com Pneus

Promovido pela Agepen desde 2017, o projeto “Arte com Pneus” já retirou do meio ambiente mais de 4,2 mil pneus sem uso, que se transformaram em brinquedos para parques de diversões. O projeto foi idealizado e é coordenado pelo agente penitenciário Vinícius Saraiva de Oliveira e pelo técnico da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Felipe Augusto da Costa Souza.

Além do fator social – que une ocupação produtiva e capacitação de detentos à oportunidade de levar educação lúdica e diversão às crianças –  o trabalho também se destaca pelo papel ambiental que vem exercendo, principalmente em tempos de proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Segundo o diretor da penitenciária, Mauro Augusto Ferrari de Araújo, a intenção agora é ampliar as possibilidades, com a instalação de um novo espaço dentro do presídio, com estrutura ampla e coberta. “Pretendemos dobrar o número de internos trabalhando e, com isso, mais pneus serão retirados do meio ambiente, contribuindo para eliminar o foco do Aedes aegypti”, comenta, reforçando que o “Arte com Pneus”, representa uma ação múltipla, abrangendo as áreas de saúde, segurança pública e educação.

Deixe seu Comentário