Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Setembro de 2019

Brasileirão 2019

Ferraz entende protestos no Santos e aposta em pausa por evolução

Gazeta Esportiva
Foto: Divulgação / Assessoria protestos20no20santosjpg.jpg

 
Um dos líderes do elenco do Santos, Victor Ferraz disse entender os protestos realizados pela torcida antes, durante e após a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, no último domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.
A torcida, além de criticar a gestão do presidente José Carlos Peres, tratou o título brasileiro como obrigação para o time que foi eliminado das outras competições na temporada – Copa Sul-Americana, Campeonato Paulista e Copa do Brasil.
“Jogamos numa equipe gigante, e quando somos eliminados temos que ser criticados mesmo. Quem não quiser isso, tem que procurar outro clube. Fico muito feliz de jogar com essa camisa, voltar a vencer e ser vice-líder”, afirmou o lateral direito, na saída de campo.
Como disse Ferraz, o Santos assumiu a segunda colocação do Brasileiro após o triunfo sobre o Galo. Agora, o time de Jorge Sampaoli soma 17 pontos, dois a menos que o Palmeiras – que ainda tem a vitória sobre o Botafogo em julgamento.
“Sobre buscar o Palmeiras, temos que fazer nossa parte. Estamos fazendo um grande campeonato. Eles que estão num nível anormal”, explicou o jogador, que vê a pausa para a Copa América como oportunidade de o time se entrosar mais.
“O Santos tem que chegar nas finais de todas as competições, mas temos uma nova filosofia, novos jogadores. No último jogo [derrota para o Atlético na Copa do Brasil], jogamos com Marinho e Uribe, que são caras que mal conheço”, disse.
“Não sei se o Uribe gosta de uma bola em profundidade, se o Marinho bate de perna direita… E jogamos uma decisão dessa forma. Vamos ter a parada da Copa América para conhecer os novos jogadores, para eles conhecerem o estilo do Sampaoli e brigarmos pelo título do Brasileiro”, concluiu.
 
 

Deixe seu Comentário