Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Outubro de 2019

Variedades

Fã que levou Slayer para comer hambúrguer, em 1994, quer reencontrar banda no Rock in Rio

Rodrigo Melo
Foto: Divulgação / Assessoria httpariquemesonlinecombrimg371605gfajpg.jpg

O ano era 1994, o Slayer fazia a primeira apresentação no Brasil. Um jovem fã descobre o hotel onde a da banda estava, toma coragem e decide ir lá. Não existia rede social, o celular era um artigo de luxo, e internet nem pensar. Como encontrá-los?
Alex Kafer pega suas fichas de orelhão e liga para a recepção. “Gostaria de falar com o senhor Tom Araya, por favor! ”. Para sua surpresa, a atendente passa a ligação para o quarto de Araya. Começa o início da inusitada história.
De um orelhão em frente ao hotel, Alex fala com Tom Araya

Alex, sem entender muito o que estava acontecendo, conversa com seu ídolo, de um orelhão na praia de Copacabana. Pede para ele descer, queria uma foto.
“Me espera no saguão”, diz Tom Araya (vocalista/baixista). Depois de 15 minutos, o elevador se abre. Saem Araya, Kerry King (guitarrista) e Paul Bostaph (baterista).
Depois de algumas fotos e um bate papo “entre amigos”, o vocalista do Slayer pergunta: “Estou com fome, tem alguma rede de fast-food por aqui, quero um hambúrguer? ”.
Não só os 3 membros do Slayer estavam no local, mas também Robert Trujilo, atual baixista o Metallica. Alex reponde: “sim, temos um lugar para comer o seu hambúrguer”.
Banda enfrentou fila

O Slayer estava passeando por Copacabana, junto com um fã, em direção a um fast-food. Depois de alguns minutos na fila (sim, eles ficaram na fila), pedido feito, não encontram um local para sentar. Pedem para viagem.
Alex Kafer tem 49 anos, é baixista, professor de música e mora em frente à Cidade do Rock, na Barra da Tijuca. Essa história completa 25 anos, justamente na última turnê do Slayer (a banda vai encerrar suas atividades).
“Meu sonho é fechar esse ciclo, ou seja, estive no primeiro show do Slayer aqui, encontrei com os caras, os levei para comer, e agora na última tour, quero mostrar essas fotos pra eles e pedir um autógrafo nelas. Tenho certeza que vou conseguir”.
 

Deixe seu Comentário