Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Outubro de 2019

Saúde

Experiências exitosas na Saúde atraem comitiva de Joinville (SC) a Campo Grande

Prefeitura Municipal de Campo Grande
Foto: Prefeitura Municipal de Campo Grande Experiências exitosas na Saúde

Nos últimos três anos a saúde pública de Campo Grande deu um salto significativo, saindo da inércia para se tornar referência e modelo de assistência. Avanços substanciosos conquistados durante este período, principalmente na Atenção Primária, projetam o município no cenário nacional, o que desperta o interesse de gestores de cidades de todo o País. Nesta semana, uma comitiva da Secretaria de Saúde do município de Joinville, Santa Catarina, esteve na Capital Sul-mato-grossense conhecendo algumas destas experiências exitosas.

O grupo formado pelo secretário de Saúde do município catarinense, Jean Rodrigues da Silva, e técnicos da secretaria, foi recebido pelo secretário adjunto  de Saúde de Campo Grande, Rogério Souto, na manhã de quarta-feira (02), onde, na ocasião, fez uma breve apresentação do cenário da saúde na Capital, bem como os principais avanços e desafios.

Em seguida, os técnicos foram conhecer a  Clínica da Família do bairro Portal Caiobá e a Clínica da Família USF Iracy Coelho, primeira unidade do País a participar do programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, que tem por objetivo ampliar o acesso aos serviços de saúde para a população.

À tarde, a visita aconteceu na Clínica da Família do bairro Nova Lima. O modelo implementado na unidade é considerado referência, pois foi a primeira Clínica da Família certificada no município. À época, inclusive, a unidade recebeu reconhecimento da Organização Panamericana de Saúde (OPAS).

“A visita a Campo Grande foi muito proveitosa. Estávamos na expectativa de conhecer os modelos das unidades básica,  não só a estrutura arquitetônica, mas  também o processo de trabalho, por acreditar que a cidade tem se tornado um modelo de assistência. Estamos levando daqui impressões valiosas que poderão ser reproduzidas em nossa cidade, através de um projeto piloto”, diz Jean Rodriguez.

Outro aspecto que chamou a atenção do gestor foi o estabelecimento de parcerias, em especial com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que corroboram para melhorias tanto no fortalecimento da assistência quanto nas ações de vigilância e enfrentamento da dengue, por exemplo, com o projeto Wolbachia.

“Essa relação e troca de experiências é importante. Nosso município vive na iminência de ter uma epidemia de dengue e acreditamos que uma alternativa seria investir nessas estratégias inovadoras”, comenta.

A equipe também esteve visitando a UBSF Dr. Fernando de Arruda Torres – José Tavares, no bairro Nova Lima e a Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV).

Deixe seu Comentário