Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Agosto de 2019

Tecnologia

Exército dos EUA vai testar GPS que não sofre interferência

Olhar Digital
Foto: Divulgação / Assessoria httpariquemesonlinecombrimg362756gexercito20dos20eua20vai20testar20gpsjpg.jpg

 
 
Ao final deste ano, o Exército dos EUA testará um GPS que não sofre com interferências para tentar contornar os problemas atuais enfrentados em testes realizados na Noruega. Esse novo sistema foi desenvolvido após suspeitas de que a Rússia tenha bloqueado sinais de GPS na Europa e em outros lugares.
O bloqueio de GPS também pode ser uma questão de segurança bastante grave para as forças norte-americanas e aliadas, que dependem do sistema para tudo - desde o movimento de tropas, até a orientação de mísseis e drones. No ano passado, os aliados dos EUA e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) lançaram um grande exército na Noruega, chamado de Trident Juncture, para testar a prontidão conjunta e o treinamento de uma grande aliança multinacional.
No decorrer do trajeto, os militares notaram que os sinais de GPS estavam sendo bloqueados, essa interrupção de sinal logo foi atribuída por autoridades finlandesas e norueguesas à Rússia. Em abril de 2018, as autoridades dos EUA disseram que os militares russos estavam interferindo nos sistemas de GPS porque seus drones operavam na Síria.
Os membros do 2º Regimento de Cavalaria, localizado na Alemanha, receberão os dispositivos no final do ano, e o Exército está supostamente procurando desenvolver uma nova geração dos Sistemas de Navegação Inercial que possa ser usado como uma espécie de ”plano b” para caso essa nova tecnologia não dê certo.
O Coronel Nickolas Kioutas, gerente de projeto Positioning, Navigation e Timing, afirmou que levar esses dispositivos às unidades rapidamente é essencial, e que o Exército está trabalhando para isso. Foi comprovada a necessidade de colocar os sistemas nas mãos de unidades rapidamente, isso permitirá que a tecnologia seja avaliada rapidamente e as melhorias necessárias realizadas.  
Via: The Verge
 

Deixe seu Comentário