Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 25 de Junho de 2019

Tempo

“Evite áreas e vias alagadas”, avisa Defesa Civil em alerta de tempestade

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Divulgação A avenida Joaquim Murtinho foi uma das mais afetadas com a forte chuva na capital.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil acaba de emitir alerta de tempestades intensas para Campo Grande e região. E avisa: evite áreas e vias alagadas.

Conforme a mensagem, enviada por meio de SMS para celulares cadastrados gratuitamente no número 40199, há riscos de queda de árvores e descargas elétricas, além de ventos intensos na Capital.

Em Campo Grande, pontos de alagamentos são registrados no cruzamento da Avenida Rachid Neder com a Rua Euler de Azevedo; na Avenida Nelly Martins, conhecida como Via Parque; e na Avenida Ricardo Brandão, região da Rua Joaquim Murtinho.

Perigo

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a tempestade que atinge diversas cidades de Mato Grosso do Sul foi classificada com grau severo. Ventos podem atingir os 100 km/h.

Além de Campo Grande, estão na rota da tempestade cidades do Pantanal, Leste, Centro, Norte, Sudoeste e Sul de Mato Grosso do Sul: Corumbá, Miranda, Aquidauana, Bodoquena, Bonito, Dourados, Maracaju, Ponta Porã e Rio Verde de Mato Grosso estão entre os municípios afetados.

Inmet alerta para chuvas intensas no território sul-mato-grossense

Instruções

A Defesa Civil orienta a população a não procurar abrigo debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas; não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; e desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Mais informações podem ser obtidas junto à Defesa Civil pelo telefone 199 e ao Corpo de Bombeiros Militar pelo número 193.

SMS

Para evitar tragédias, a Defesa Civil tem um sistema de alerta para celulares cadastrados. Quem quiser receber um aviso por SMS quando houver risco de desastre basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 com o CEP de interesse.

O mesmo usuário poderá cadastrar mais de um CEP para receber os alertas e poderá optar por deixar de receber o serviço quando desejar.

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Deixe seu Comentário