Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 24 de Agosto de 2019

Educação

Escola da Reme comemora aniversário e destaca cultura de Campo Grande

Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS
Foto: Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS Escola da Reme comemora aniversário

Os costumes e tradições da Capital Morena deram o tom da festa “Campo Grande 120 anos, uma cidade multicultural”, realizada neste sábado (10), pela escola municipal Professor Licurgo de Oliveria Bastos. Pelo menos três mil pessoas passaram pelo evento, que contou com a presença do prefeito Marquinhos Trad, que prestigiou os shows e conversou com os pais. ‘É muito importante valorizar a apresentação de seus filhos. incentivá-los, estar juntos deles. deixo aqui o meu carinhos aos pais, pelo seu dia amanhã”, disse o prefeito Marquinhos Trad.

A festa já é tradição da unidade escolar e este ano os alunos da Educação Infantil ao 9° Ano foram os protagonistas. A diretora Claudeci de Almeida explicou que nos anos anteriores sempre convidou representantes de etnias e colônias que contribuíram com o desenvolvimento da cidade, para realizarem as atividades culturais, mas nesta edição foram as crianças que brilharam nas apresentações.

Houve apresentação da fanfarra da escola, seguida do Trio Rafael Bêndo, Evelyn Lechuga e Marcos Assunção, além de Waldir Rosa, Edson Galvão e Maria Luiza, que cantaram músicas regionais e MPB. O ritmo sertanejo, marcante em nossa região, foi representado pela dupla Lucas e Evandro. “Todas as apresentações  foram pensadas visando contagiar com diferentes ritmos  o público visitante. O importante é que os alunos puderam refletir sobre toda essa vivência, sem deixar adormecer nossa cultura. Nosso papel é deixar vivas nossas tradições”, enfatizou Claudeci.

Ainda tiveram apresentações de quadrilhas, roda de capoeira, Dança da Fita e shows musicais com artistas da comunidade local. Para os pais, foi um momento de estar ao lado dos filhos e conhecer melhor o projeto pedagógico da escola. “É muito importante valorizar o que nossos filhos estão produzindo. Nem todos os pais têm um tempo para estar com os filhos e para as crianças é importante porque eles ficam felizes”, pontuou o administrador Fábio França da Silva, pais de quatro alunos da escola.

Tradições

Além de mostrar os diferentes povos que moram em Campo Grande e suas contribuições culturais, a festa também focou na história da unidade, que completa 39 anos no dia 26 de agosto e conta com 1,8 mil alunos. Essa trajetória foi contada por meio de murais e fotos, que se misturavam com a história da Capital. Logo na entrada o público se deparava com poemas de autores campo-grandenses e diversos elementos da cultura sul-mato-grossense. Enquanto acompanhavam as apresentações, o público podia degustar comidas típicas e conferir os trabalhos espalhados na unidade, produzidos durante o primeiro semestre, alusivos ao aniversário de Campo Grande.

Registrando todos os momentos da festa, o repórter-mirim da escola, Alisson Lima Amaral Moreira, 13 anos, aluno do 8º, disse que cada turma ficou responsável por um elemento do evento e que a união de todos os trabalhos proporcionou a compreensão de toda a história da escola e da Capital.

“Para mim, a arte de evoluir, de acompanhar o progresso é a principal caraterística do povo campo-grandense. Se sairmos daqui da nossa casa para ir até o centro, em algum monumento, é possível ver o quanto já crescemos”, afirmou.

Aluna do 5º ano, Beatriz Correia, 10 anos, disse que descobriu muitas peculiaridades sobre Campo Grande durante as aulas, por isso não troca acidade por nenhum outro lugar. “Gosto das festas da escola e de conhecer os lugares da cidade”, ressaltou.

Deixe seu Comentário