Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Outubro de 2019

Agro e sustentabilidade

Empresa de eventos rurais pioneira em MS vai tratar sobre mercado e bem-estar animal na 1ª Roda da Pecuária

Cleidi Hennes - Assessoria
Foto: Divulgação Correa da Costa

Com o tema “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso”, evento segue com inscrições abertas e gratuitas até o dia 02 de outubro, pelo site www.correadacosta.com.br



A Correa da Costa, empresa de eventos rurais com a maior agenda de leilões de corte do Brasil, realiza no dia 04 de outubro, na Estância Orsi, em Campo Grande, a 1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso”. O evento contará com três palestrantes: Adriane Zart e Ana Silvia Soubhia, da Personal PEC, e Rodrigo Albuquerque, do portal Notícias do Front, e juntos vão abordar a sustentabilidade no setor e o mercado da agropecuária, com o objetivo de disseminar informação e proporcionar a troca de experiências entre os participantes. 



O manejo Nada nas Mãos é uma técnica desenvolvida pela Personal PEC, e implantada neste ano pela leiloeira Correa da Costa, que busca transformar a forma como se trabalha com o gado. “Baseada no comportamento natural dos bovinos, usamos seus instintos a nosso favor para nos comunicar e conectar com o rebanho por meio de uma linguagem não verbal. Atitude, posicionamento, ângulos e olhar são suficientes para transmitir segurança e respeito, e mover os animais de forma eficiente e com baixo estresse. O sucesso da técnica é tão grande, que queremos compartilhar a experiência com os participantes do evento”, explica a diretora técnica da Personal PEC, Adriane Zart.

Não é a toa que a Correa da Costa foi escolhida para a implantação da técnica Nada nas Mãos. Pioneira no emprego de tecnologias em seu campo de atuação e na implementação de ações que visam o bem-estar animal, a empresa sempre esteve atenta à técnicas que agregam maior qualidade a estadia de animais em seu espaço. 



“Em determinado momento percebemos que poderíamos melhorar o modo como lidávamos com os animais que chegavam, pois, pelo alto volume e o tempo limitado para trabalhar com eles, a eficiência sempre é uma preocupação e uma meta a ser superada. Pesquisamos mais, e vimos que a maneira pela qual o gado é manejado tem consequências na adaptação. Assim conhecemos novos processos internos, e logo percebemos o potencial que essas ações poderiam ter, impactando positivamente a cadeia pecuária como um todo. Agora queremos compartilhar essa experiência com o mercado”, explica Aguiar de Almeida Pereira, sócio-proprietário da empresa.



“A Correa da Costa foi escolhida, porque, além de ser a empresa líder em movimentação de gado em leilão, também é a única do setor que verdadeiramente entende a importância de como os animais são tratados durante a permanência em suas instalações. Acreditamos que a Correa da Costa sempre foi pioneira no mercado de leilões de gado , especialmente em tecnologias que agregam valor ao seu trabalho e seus clientes”, finalizou a diretora técnica da Personal PEC, Adriane Zart.



Rodrigo Albuquerque, editor do Notícias do Front vai trabalhar o tema “Uma visão do para-brisa dos preços da cadeia pecuária. “Teremos uma tarde muito agradável com palestras, troca de experiências e confraternização. Eu vou falar um pouquinho sobre o mercado pecuário, vou fazer uma retrospectiva do retrovisor dos últimos dois anos, e tentar traçar cenários que nos permita diminuir a opacidade desse sempre misterioso futuro dos preços, passando cenários mais prováveis de preços em relação a pecuária de cria e  enfatizaremos a reposição. Falaremos também sobre a minha visão de como se dá o ciclo pecuário, como a inserção desse ciclo ajuda ou atrapalha os preços, e vamos abordar ainda os demais elos da cadeia, como recria e engorda até os frigoríficos, um pouquinho de exportação, enfim, todos os elos da cadeia pecuária para tentarmos diminuir um pouquinho dessa opacidade do futuro”, antecipou o palestrante.



As inscrições para a  1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso” são gratuitas e devem ser feitas pelo site www.correadacosta.com.br, até o dia 02 de outubro. As vagas são limitadas. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (67) 3325-7777 e 9 9872-8279.



Conheça mais sobre as ações que tornam a Correa da Costa pioneira do setor no uso de tecnologias e em sustentabilidade:



Bipe - Para atender a demanda de clientes, que algumas vezes se sentiam inibidos em dar lances "públicos" e serem anunciados quando arrematavam algum lote, prática comum quando utiliza-se apenas o sistema de pisteiros, a utilização do sistema de bipes individuais foi patenteada e implantada em 2003, pela Correa da Costa, e contribuiu consideravelmente para a redução de ruídos nos leilões. O SELL (Sistema Eletrônico para Lance em Leilão), garante a eficiência, agilidade, conforto e privacidade para os clientes, mas sem perder em transparência, uma vez que o número do bipe aparece na tela para todos, e os bipes são programados para impedir repique de sinal, e para travar a emissão de lances depois que o leiloeiro bate o martelo. 



Reposição da cobertura vegetal - A Estância Orsi é a propriedade onde são realizados os leilões da Correa da Costa. O projeto de reposição da cobertura vegetal prevê, nos próximos meses, o plantio de 3 mil mudas de árvores nativas na área, e tem por objetivo melhorar a qualidade do ar local, proteger o solo contra processos erosivos, e beneficiar a fauna, por meio do equilíbrio ecológico. Além desses benefícios, trata-se de mais uma iniciativa da empresa em buscar os melhores resultados no que se refere ao bem-estar animal.



Sistema fotovoltaico - Outro projeto em andamento é a instalação de painéis fotovoltaicos na Estância. A iniciativa deve gerar uma economia de 95% na conta de energia da empresa. Ao longo de 25 anos a operação do sistema poderá evitar a emissão de 1.642.361 kg de CO2, que equivale à “pegada de carbono” de 35 pessoas no planeta, ou a poluição emitida por um carro 1.0 que rodou 927.888 km. 



Reutilização de água da chuva - A Correa da Costa também identificou grande potencial de captação da água da chuva, devido à grande extensão dos telhados da propriedade. O projeto consiste em captar a água que escorre pelo telhado, direcionando-a para cisterna onde será armazenada, tratada e disponibilizada para o uso. Uma maneira altamente sustentável de economizar água para fins não potáveis, que pode gerar uma economia de aproximadamente 50% no consumo de água da empresa. 



Saiba mais: A Correa da Costa foi constituída em 1992; em 1995 iniciou-se a pesagem diária do gado, com balança aferida por um profissional competente a cada 3 meses; em 1999 passou a disponibilizar fotos e lotes no site; em 2001 iniciou as transmissões de leilões com vendas online, reforçando seu pioneirismo tecnológico em Mato Grosso do Sul; no ano de 2003, a empresa passou a utilizar bipes com patente para os lances nos leilões, contribuindo para a redução de ruídos; a partir de 2007, a agenda de leilões se fixou em quatro dias na semana, de segunda a quinta-feira. Atualmente são movimentadas cerca de 200 mil reses por ano, e em 2019, mais um marco histórico entrou para o calendário da empresa, ao implementar a técnica Nada nas Mãos. 



Serviço: 1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso”

Data: 04 de outubro, a partir das 14h

Local: Estância Orsi - Rodovia MS 080, km 10 (próximo ao Detran)

Inscrições: São gratuitas e podem ser realizadas até o dia 02/10 pelo site

Informações:  (67) 3325-7777 ou  9 9872-8279 e www.correadacosta.com.br

Deixe seu Comentário