Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 24 de Abril de 2019

Mato Grosso do Sul

Edital de Direitos Humanos com R$ 2,3 milhões recebe propostas até o dia 16 de abril

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)
Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)

O Chamamento Público 2019 lançado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), que disponibiliza R$ 2,3 milhões para ações de universalização dos direitos humanos, recebe inscrições até a próxima terça-feira (16.4). Podem encaminhar propostas as organizações da sociedade civil.

O Chamamento Público visa celebrar termo de fomento para fins de execução de projetos inovadores voltados à promoção, à formação e à defesa na concretização da universalização dos direitos humanos, que, no território do Mato Grosso do Sul, atendam aos eixos descritos no edital. No ano passado 38 organizações do Estado foram beneficiadas.

“São mais de 21% de aumento em relação ao edital de 2018. Isso mostra o compromisso que o Governo do Estado tem com os direitos humanos e sua realização por meio das organizações da sociedade civil que tão bem trabalham, muitas vezes anonimamente. Com esse recurso vamos poder apoiar ainda mais trabalhos que modificam, para melhor, a vida de muitos sul-mato-grossenses”, pontuou a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

Em 2019, bem como em anos anteriores, o Chamamento Público é conduzido via Superintendência de Direitos Humanos, com ação direta da equipe da Coordenadoria de Apoio à Organização de Entidades (Caoe). As organizações que pleitearem os recursos, após a leitura minuciosa do edital, podem esclarecer eventuais dúvidas pelo telefone (67) 3318-4178.

Poderão ser selecionadas:


  • a) 5 (cinco) propostas que tenham como eixo projetos de enfrentamento a violação dos direitos da criança e do adolescente, em situação de acolhimento;

  • b) 11 (onze) propostas que tenham como eixo projetos com objetivos ao desenvolvimento à prevenção e a garantia dos direitos da criança e do adolescente, por meio de oficinas complementares à escola;

  • c) 4 (quatro) propostas que tenham como eixo projetos voltados ao incentivo do protagonismo social, visando garantir a qualidade de vida da Pessoa Idosa, em Organizações sem regime de moradia;

  • d) 10 (dez) propostas que tenham como eixo projetos de caráter implementador visando política de inclusão às Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, em Organizações sem regime de moradia;

  • e) 4 (quatro) propostas que tenham como eixo projetos direcionados às famílias de dependentes químicos, no processo de reabilitação em Comunidades Terapêuticas;

  • f) 4 (quatro) propostas que tenham como eixo projetos com objetivos voltados a melhoria na qualidade de vida a Pessoa Idosa em Organizações de longa permanência.

A Sedhast, por meio da Caoe, tem como atribuições prestar serviço de assessoria, orientação, capacitação e informação, dando suporte de fato e de direito aos municípios, aos grupos formais e informais representativos da sociedade civil, fomentando a participação nos diversos espaços de execução e controle social das Políticas Públicas.

O edital de Chamamento Público também pode ser conferido na página da Sedhast.

Leomar Alves Rosa – Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).  

Foto: Saul Schramm.

Deixe seu Comentário