Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 18 de Agosto de 2019

Deputados Estaduais de MS

Documentário sobre Instituto Histórico e Geográfico de MS estreia na TV ALMS

Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação Para Valmir Corrêa, presidente do IHGMS, o instituto é a casa da memória de Mato Grosso do Sul

Propagar a fantástica história de Mato Grosso do Sul por meio de publicações disponibilizadas ao alcance de todos é a principal bandeira do Instituto Histórico e Geográfico de MS (IHGMS), fundado em 1978, na época do Mato Grosso Uno. Documentário a respeito da importância do instituto nos recortes e na construção da cultura de um estado novo estreia na grade da TV Assembleia.   

Desde 2007 o IHGMS funciona num sobrado localizado na esplanada ferroviária de Campo Grande, região tombada como patrimônio histórico, cultural e imaterial. Por trás das paredes do instituto estão documentos e livros que retratam aspectos históricos e geográficos de Mato Grosso do Sul, principalmente a respeito da construção de sua identidade multicultural. 

Conforme Valmir Corrêa, presidente do IHGMS, o instituto é a casa da memória de Mato Grosso do Sul e uma das mais importantes instituições do Estado e também entre os institutos históricos do país. “Nosso acervo de livros é riquíssimo e a parte documental é muito procurada por pesquisadores, sendo o acesso a ela totalmente gratuito, basta levar pen drive. No entanto, o instituto sobrevive da venda de livros”. 

Gilson Martins, vice-presidente, ressalta que como o instituto não possui canal de TV e jornal, a maneira para democratizar as idéias é por meio das publicações. “Elas não podem ser deixadas num baú, mas propagadas à população conforme o IHGMS tem feito”. 

A presidente do Conselho Editorial do instituto, Lúcia Salsa, observa que nos últimos dez anos o IHGMS passou a se dedicar com muito afinco à publicação de obras históricas e geográficas voltadas especificamente ao estado. “Nossa principal coleção é ‘Memória de MS’ com 39 volumes. São obras inéditas com textos dos séculos 19 e 20, distribuídas em escolas e bibliotecas para que as pessoas conheçam Mato Grosso do Sul”, detalha, informando ainda sobre outras séries publicadas. 

Cereja do bolo 

Madalena Greco, diretora-executiva, destaca que a cereja do bolo do IHGMS é a coleção de jornais que conta com milhares de edições. “Os jornais são muito importantes, pois através de suas manchetes costuram o tecido social de uma época. Eles tecem a construção de uma história e é fascinante trabalhar com eles como fonte de pesquisa”. 

O acervo de cartas, assim como uma publicação denominada ‘Enciclopédia das Águas’, que traça um panorama detalhado a respeito dos rios, córregos e cachoeiras, são abordados no documentário, que também mostra a importância do ex-presidente Hildebrando Campestrini na consolidação do instituto. Um material interessante para quem quer conhecer um pouco sobre a história de Mato Grosso do Sul. 

O documentário sobre o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul será exibido na grade de programação da TV ALMS em horários livres no canal 9 da NET e também no canal do YouTube e no endereço http://www.al.ms.gov.br/ TVAssembleia. Para assistir, clique aqui

Deixe seu Comentário