Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Agosto de 2019

Deputados Estaduais de MS

Deputados encerram 1º semestre com mais de 2 mil proposições apresentadas

Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul
Foto: Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul - Luciana Nassar Deputados estaduais durante sessão ordinária

Parlamentares realizaram 69 sessões durante o primeiro período de 2019

Com média de 41 proposições apresentadas por sessão ordinária, os deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) encerram o semestre de atividades de 2019. Durante o primeiro período da Sessão Legislativa, referente à 11ª Legislatura, foram realizadas 69 sessões, que resultaram em um total de 2.862 proposições – entre indicações, moções e requerimentos.

Já em relação aos projetos propostos, a Casa de Leis soma 227 matérias apresentadas - contando projetos de lei ordinária, projetos de lei complementar, emendas à Constituição, decretos legislativos e resoluções. Deste total, 86% foram apresentados pelos deputados, o que corresponde a 195 matérias, os demais passaram a tramitar no Legislativo por iniciativa de outros órgãos. Os parlamentares também analisaram 16 vetos e 65 emendas a projetos.

A Mesa Diretora da ALMS editou 39 Atos, que regulamentam a organização do Poder Legislativo e a vida funcional dos servidores. Além disso, a Mesa publicou 110 edições do Diário Oficial do Legislativo.

Confira os números:

Projetos de Lei - 179

Projetos de Lei Complementar - 8

Emenda à Constituição - 3

Decretos Legislativos - 12

Projetos de Resolução - 25

Indicações - 2.014

Moções - 572

Requerimentos - 276

 

Outras atividades

Os primeiro semestre contou ainda com a posse dos 24 deputados eleitos e reeleitos, no dia 1º de fevereiro – início da 11ª Legislatura no Parlamento Estadual, marcada por medidas de transparência, modernização, economia e acessibilidade para ALMS dos sul-mato-grossenses.

Até o momento, a Casa de Leis conta com 16 Comissões Permanentes e uma EspecialAs Comissões Permanentes analisam a constitucionalidade e o mérito de todas as matérias que tramitam pela Casa de Leis. No caso de Comissão Especial, a finalidade é a de dar parecer sobre as propostas de emenda à Constituição, Lei Orgânica, divisão territorial e estatutos.

No período também houve a realização de audiências públicas, sessões solenes, seminários, simpósios, encontros, palestras, oficinas, reuniões de frentes parlamentares, campanhas institucionais, visitas oficiais, visitas escolares e exposições. Destacam-se as atividades comemorativas aos 40 anos da 1ª Constituinte, em homenagem a um dos capítulos mais importantes da história do Estado.

Recesso Parlamentar

Seguindo as orientações do Regimento Interno da Casa de Leis, de 18 a 31 julho os parlamentares estarão em recesso parlamentar. Nos dias 16 e 17 de julho, o expediente da ALMS estará suspenso, de acordo com o Ato 39, da Mesa Diretora, publicado no Diário Oficial do Legislativo na última sexta-feira (12). Conforme consta no documento, a medida deve-se a realização de obras para o aperfeiçoamento das instalações dos Gabinetes Parlamentares, as quais serão intensificadas na segunda quinzena deste mês.

Dessa forma, segundo prevê o Ato: “fica suspenso o expediente e o atendimento ao público nos dias 16 e 17 de julho de 2019, assim como durante o período de recesso parlamentar, que ocorrerá de 18 a 31 de julho de 2019, permanecendo, tão somente, o expediente interno para o cumprimento das atividades essenciais da Casa”.

A medida levou em consideração o fato de que os trabalhos legislativos da Casa estão totalmente em dia após a realização de 69 sessões plenárias e 210 votações nominais de projetos. Também foi considerada a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), de acordo com o prazo preconizado no Regimento Interno da ALMS.

*Colaborou a Gerência de Relações Institucionais.

Por: Evellyn Abelha

Deixe seu Comentário