Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 13 de Outubro de 2019

Variedades

CPB e Marinha criam CT regional no Rio de Janeiro

Agência Brasil
Foto: Divulgação / Assessoria cpbjpg.jpg

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a Marinha assinaram na última terça (17) uma parceria para criar um Centro de Treinamento Regional Paralímpico na cidade do Rio de Janeiro.
Esta medida tem o objetivo de ajudar o Brasil a manter a hegemonia continental nos esportes paralímpicos, o que foi evidenciado na última edição dos Jogos Parapan-americanos, realizados em Lima e nos quais o Brasil fez a melhor campanha de um país na história da competição, com o total de 308 medalhas: 124 de ouro, 99 de prata e 85 de bronze.
O Centro de Treinamento Regional Paralímpico ficará no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), que já é local de treinos de atletas olímpicos e paralímpicos. O CPB afirma que a partir de agora a expectativa é atender 300 crianças com deficiência e 50 atletas de alto rendimento.
Segundo o vice-presidente do CPB, Ivaldo Brandão, esta iniciativa tem o objetivo de fomentar o esporte de alto rendimento: “São os pilares da formação, do desenvolvimento e do alto rendimento. Sem isso a gente não se sustenta a longo prazo. Então temos que buscar sustentação, e esta sustentação está na descentralização de oportunidade para muitas pessoas. O centro de referência hoje vai ser uma realidade. Temos o projeto para 20 centros no Brasil. Alguns já estão funcionando, como em Minas Gerais”.
Já o comandante geral do corpo de fuzileiros navais, Almirante Alexandre, diz que a criação do CT regional é fruto de um trabalho que começou há um bom tempo: “Já estamos trabalhando nisso há algum tempo. Isso não começou hoje. Já estamos há vários meses trabalhando nesse convênio, e temos perspectivas de esse convênio receber muito apoio no futuro de forma que possa crescer cada vez mais”.
 
 
Edição: Fábio Lisboa

Deixe seu Comentário