Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 15 de Outubro de 2019

Política Regional

Costa Rica: Nesta terça (08) CRAS realiza reunião para beneficiários do programa Bolsa Família

Prefeitura Municipal de Costa Rica / MS
Foto: Prefeitura Municipal de Costa Rica / MS Reunião para beneficiários do programa Bolsa Família

Com a proposta de aproximar-se as famílias cadastradas no Bolsa Família, buscando o fortalecimento das relações de trabalho humanizado, o CRAS - Centro de Referência de Assistência Social - realiza na terça-feira, 08 de outubro de 2019, mais uma reunião sócio educativo para os beneficiários do programa.

A reunião será realizada a partir das 15 horas no Conviver – Centro de Convivência do Idoso “Nosso Sonho” e tem como público alvo as famílias dos bairros Vila Alvorada I, Vila Alvorada II, Vila Santana, Residencial Santana II, Vila Nunes, Sonho Meu II, Novo Sonho Meu II, Novo Sonho Meu III, Jardim Liberdade, Sonho Meu III, São Domingos, Centro, Jardim Sucuriú, Santos Dumont, Novo Horizonte, Jardim Aymores, Jardim Planalto, Residencial Figueira, Residencial JK e Parque Industrial.

A coordenadora do CRAS Miriam Rodrigues Ribeiro enfatiza que o objetivo da reunião é poder realizar um acompanhamento das famílias dos beneficiários, porque o Programa Bolsa Família não visa somente a garantia de renda, mas também a inclusão produtiva e o acesso a serviços públicos tais como na área de saúde, as famílias devem acompanhar o cartão de vacinação e o crescimento e desenvolvimento das crianças menores de 7 anos. As mulheres na faixa de 14 a 44 anos também devem fazer o acompanhamento médico. Quando gestantes ou lactantes devem realizar o pré-natal e o acompanhamento de sua saúde e do bebê. 

“No que diz respeito a educação, todas as crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos devem estar matriculados e ter frequência escolar mensal mínima de 85% da carga horária. Já os estudantes entre 16 e 17 anos devem ter frequência de, no mínimo, 75%. Na área de assistência social, crianças e adolescentes com até 15 anos em risco ou retiradas do trabalho infantil devem participar dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e obter frequência mínima de 85% da carga horária mensal”, explicou a coordenadora do CRAS ao reforçar a importância da participação de todos os beneficiários nas reuniões.

ASSECOM/PMCR

Deixe seu Comentário