Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Setembro de 2019

Copa da Rússia 2018

Copa do Mundo motiva escola da Reme a trabalhar pluralidade cultural com alunos da EJA

Redação TerereNews
Foto: escola escola

Alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) da escola municipal Padre Tomaz Guirardelli, no Parque do Lageado, realizaram na noite desta quinta-feira (28), a culminância do projeto Copa do mundo – Cultura e Arte, desenvolvido pela equipe pedagógica da escola e que contemplou 250 alunos. A conclusão do trabalho resultou em uma exposição de obras de arte, com direito até às matrioskas – tradicionais bonecas russas, típicas do país sede do campeonato – além de desenhos, textos e culinária de nove países participantes do mundial.

A exposição foi aberta à comunidade escolar, que pode conhecer um pouco mais sobre a cultura destes povos. A diretora da escola, Clarice Cassol, explicou que os alunos foram divididos em 12 grupos, que estudaram sobre a Rússia, Japão, Brasil, Uruguai, Argentina, Peru, Espanha, Alemanha e o continente africano através de conteúdos interdisciplinares durante todo o segundo bimestre.WhatsApp Image 2018-06-29 at 08.43.16

“O aproveitamento dos alunos foi excelente. Envolver todas as disciplinas no projeto deixa o aprendizado mais atraente e completo”, ressaltou a diretora. Segundo Clarice, a culinária típica foi a que mais atraiu a atenção dos alunos, tanto que na exposição teve desde comida japonesa até a libanesa.

A proposta do projeto foi desenvolver, além dos aspectos pedagógicos, como a localização geográfica dos países, o idioma e a história, também enriquecer  as aulas através da pesquisa sobre a cultura dos países participantes da Copa do Mundo. “O trabalho permitiu aos alunos a descoberta e o conhecimento de diferentes culturas, por meio de pesquisas e troca de informações contemplando todas as disciplinas”, destacou a diretora.

Outra questão enfatizada durante o desenvolvimento do projeto, foi a do respeito e valorização das diferentes etnias e culturas, promovendo, através das atividades, uma educação para a cidadania, proporcionando uma convivência com a cultura do outro.

A dinâmica consistiu em desenvolver, pesquisas e estudos sobre a Copa do Mundo e os países participantes, explorando sua história, geografia, política, economia e cultura. Cada turma escolheu um continente e dentro dele, dois países para aprofundamento de suas pesquisas e estudos. Ao final do trabalho, foram confeccionados cartazes, panfletos, bandeiras,  produção de texto, elaboração de pratos típicos da culinária dos  países escolhidos e a exibição de um varal com as curiosidades de cada país, expostos durante a culminância do projeto.

Aluna dos anos iniciais da EJA, Áurea Duarte conta que nunca havia trabalhado em grupo e considerou a experiência proveitosa. “Fiquei muito feliz em participar porque superei minhas dificuldades. Meu grupo estudou o Brasil, com foco na região Nordeste e fiquei responsável por elaborar um cartaz que mostrasse a Dança das Fitas, de origem portuguesa. Levei quase um mês para terminar, mas tive muita ajuda dos amigos e professores”, contou Áurea, que também gostou da troca de experiências. “Descobrimos muitas coisas interessantes. Todos os grupos mostravam o que estavam aprendendo”, disse.

A diretora Clarice Cassol, conta que a equipe pedagógica ficou satisfeita com o resultado e que o objetivo do projeto vai além da exposição. “Queremos que eles tenham uma reflexão contínua sobre a realidade, por isso fizemos um acompanhamento permanente das atividades dos alunos na  sua trajetória de construção do conhecimento, que buscou uma avaliação dinâmica por meio  de atividades orais, escritas e informatizadas”, concluiu.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS

Deixe seu Comentário