Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Abril de 2019

Turismo e gastronomia

Conselho Estadual de Turismo de MS faz planejamento estratégico para os próximos 10 anos

Débora Bordin
Foto: Divulgação / Assessoria Membros do Conselho Estadual de Turismo participaram de oficina, em parceria com o Sebrae, para elaboração do Planejamento Estratégico do Turismo de MS para uma década.
Membros do Conselho Estadual de Turismo participaram de oficina, em parceria com o Sebrae, para elaboração do Planejamento Estratégico do Turismo de MS para uma década.

Campo Grande (MS) – O Conselho Estadual de Turismo (CET) de Mato Grosso do Sul, que compõe o Sistema Estadual de Turismo (SET) –  juntamente com a Fundação de Turismo de MS (Fundtur), instâncias de governança regionais, municípios constantes no Mapa do Turismo Estadual e Conselhos Municipais de Turismo, se reuniu esta semana em Campo Grande para a 2ª Reunião Ordinária de 2019.

Os principais assuntos da reunião realizada na noite de segunda-feira (25.3), além da aprovação da ata da reunião anterior, foram o Calendário de Participação em Feiras e Eventos em 2019, Estratégias de Promoção e Divulgação da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul e a captação de novos voos para o estado, apresentados pela gerente de Mercado da Fundtur, Karla Cavalcanti, e pelo diretor-presidente do órgão, Bruno Wendling. Outras entidades, públicas e privadas, que não fazem parte do Conselho Estadual foram convidadas para participar desta reunião por se tratar de assunto de grande interesse para o setor.

Na terça-feira (26.3) o CET realizou uma oficina de elaboração do Planejamento Estratégico do Turismo de Mato Grosso do Sul (2019-2029) em parceria com o Sebrae/MS. Foram pontuados seis temas relevantes para o turismo estadual a serem trabalhados nos próximos 10 anos, mas que serão analisados anualmente: acesso, governança, infraestrutura, produto, promoção e sustentabilidade.

Segundo o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, um dos objetivos do planejamento é integrar as estratégias e ações dos empresários com o poder público dos municípios e regiões. “O objetivo desse planejamento é que tenhamos um objetivo comum na atividade turística do MS. Outro objetivo é ter um documento consolidado que sirva de linha norteadora para essas ações e que elas possam se desdobrar, para que haja uma conexão entre os parceiros e que eles possam visualizar o mesmo futuro, já que o Sistema Estadual de Turismo foi criado para isso. Também dar poder ao setor produtivo do turismo e ao CET, que é uma instância que representa todo o setor, para que eles tenham um planejamento que dê condições de negociação junto às outras entidades. E a continuidade da política pública, ou seja, a próxima gestão terá que andar alinhada ao que foi decidido aqui”, enfatiza.

Para Marcelo Mesquita, presidente do Conselho Estadual do Turismo de MS, este planejamento estratégico é uma evolução muito grande para o turismo de Mato Grosso do Sul. “Estamos num estágio de amadurecimento importante e eu acredito que esse planejamento de 10 anos que estamos visualizando vai consolidar todas as estratégias, tanto na esfera pública quanto na privada. É a união de esforços para o fomento do turismo do estado”, finaliza Mesquita. A próxima reunião do Conselho Estadual do Turismo está marcada para o dia 27 de maio.

Deixe seu Comentário