Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 24 de Maio de 2019

Carnaval 2019

Com homenagem a Ricardo Vilalva, Estação Primeira abre noite de desfiles

Assessoria de Comunicação
Foto: Tereré News Fique atualizado com as últimas notícias do Carnaval 2019.

Contando a história do artista plástico e carnavalesco multicampeão, Ricardo Vilalva, a Estação Primeira do Pantanal foi a primeira escola a desfilar na Passarela do Samba, na noite deste domingo, 03 de março. A agremiação apresentou o enredo “Ricardo Vilalva – Colorindo em aquarela a história que ele próprio pintou”. Seus 700 componentes estavam divididos em 16 alas.

Denominada “Aquarelas do Brasil”, a Comissão de Frente representou todas as cores que dão vida a sua arte. Um tripé representou a paleta de cores. Toda a roupa da ala responsável por apresentar a escola para o público foi produzida de forma artesanal pelo artista Ricardo Vilalva. O carro Abre-Alas representou o Pantanal, com esculturas dos animais da fauna pantaneira, como a onça pintada, tuiuiú, garças, tucanos e araras.

Primeira ala exaltou o “Amor pelo Pantanal” com onças, tucanos, tuiuiús, araras e peixes, divididos em 4 conjuntos de fantasias representando a diversidade da fauna da região pantaneira. Nascido e criado nesta região, o artista tem como inspiração o maior santuário ecológico do mundo. Esta inspiração o levou a sagrar-se campeão internacional de trajes típicos, em que a Miss Brasil compôs o seu traje com uma ave pantaneira. A frente da ala, passista representando a flor símbolo do pantanal, a Vitória Régia.

Primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira representava o rio Paraguai, fonte de inspiração do artista, que já o retratou em inúmeros trabalhos de pintura. Bateria com 70 ritmistas trouxe para o desfile a superstição do artista. Fantasias nas cores predominantes pretas e prata.

Alas “Flor de Corumbá” e “Pingo de Amor” fizeram referência aos cordões carnavalescos que influenciaram trajetória artística de Ricardo Vilalva. Ala das Baianas também representou os tradicionais cordões.

Alegoria “Diversidade em arte e cultura” trouxe toda diversidade em arte e cultura que o artista desenvolve durante o ano em seu trabalho artístico. Com esculturas em madeira e composições com um destaque central.

Ala “A cerâmica”, nas cores marrom e dourado, mostrou o despertar da arte na vida deste artista, com o trabalho em argila iniciou um grande caminho percorrido pela sua arte. Seguida pelas alas “Amor por tudo que faço”; “Amor pelos índios”; “Poesia” e “São João”..

Desfile ainda destacou  “Festivais estudantis”, época em que o artista mais se realizou, ganhando vários encontros estudantis, revelando-se com o maior exponencial artístico da época. “Amor pela dança” fez referência a forte ligação de Vilalva com a arte da dança. Representada nas cores azul e lilás. Ala “Datas comemorativas” representou os trabalhos desenvolvidos pelo artista durante todo o ano letivo. Nas cores predominantes verde e vermelho.

Carro alegórico “Paixão pelo mundo do carnaval” destacou todos os títulos conquistados por Ricardo Vilalva no carnaval de Corumbá pela Unidos da Vila Mamona, Major Gama, Império do Morro e Nova Corumbá. Composto por alegorias e símbolos da cada uma dessa agremiações. Esculturas feitas e madeira e compondo com quatro destaques representando os títulos conquistados pelo artista.

“Meus sonhos”, ala apresentou o caminho percorrido para alcançar os objetivos.“Signo de Libra” mostrou a total personalidade do artista idealista, encantador, amável e pacífico. Com elegância e bom gosto, afeito a beleza e harmonia, com sensibilidade às necessidades do próximo, criou amigos eternos nas escolas por onde passou com o seu jeito todo especial. O maior título alcançado por um grande artista: os Amigos. Ala “Aquarela” representou a técnica de pintura na qual Ricardo expressa sua arte, o dom que Deus lhe deu aliou-se a paixão pelas diversidades das cores.

Carro alegórico “O Artista” trouxe Ricardo Vilalva em uma representação plena de uma explosão de cores e suas artes peculiares. “A Amizade”, com fantasias nas cores branco e vermelho, encerrou o desfile expressando a relação afetiva de Ricardo para com as pessoas que estão sempre a sua volta.

Deixe seu Comentário