Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 24 de Agosto de 2019

Meio ambiente e sustentabilidade

Bonito: Secretário fala sobre ações de conservação de solo e água

Prefeitura Municipal de Bonito / MS
Foto: Prefeitura Municipal de Bonito / MS Máquina é deslocada executar trabalhos em propriedade na bacia do Rio Formoso.

Maquinário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente realizará trabalhos para conservação de solo e da água em propriedades rurais

Face os episódios de chuvas intensas e turvamento dos nossos rios com intensidade acima do normal, uma série de ações foram tomadas desde a mobilização da sociedade civil, realização de audiências públicas e a publicação do decreto estadual n°15.197 de 21 de março de 2019, que disciplinou a obrigatoriedade da apresentação de projeto técnico de manejo e conservação de solo e água para qualquer movimentação de terras nas propriedades compreendidas nas bacias do Rio Formoso e do Rio da Prata.

Desde então, muito se construiu sobre como se abordar o problema e quais as melhores técnicas a serem adotadas, e para tal, através do governo do Estado, se contou com o apoio da equipe da INOVASOLOS, da ESALQ, a criação da câmara técnica prevista no decreto e a criação da comissão do COMDEMA de Bonito para acompanhamento das ações de conservação de solo e água tanto nas estradas quanto nas propriedades rurais.

O Sr. Luis de Brito, proprietário da Fazenda América, em conversa com seus arrendatários entendeu a necessidade e a urgência destes trabalhos de conservação de solo e água. Procurou as Secretarias de Turismo, Industria e Comércio e a Secretaria de Meio Ambiente de Bonito em busca de apoio para esta ação.

Vencidas as etapas burocráticas, revisão e apresentação do projeto técnico de manejo e conservação de solo e água, é com alegria que deslocamos o maquinário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente para dar início aos trabalhos.

Começar as ações de conservação de solo e água, em uma das propriedades que compreende as nascentes do Rio Formoso, nosso mais emblemático rio Cênico, reforça não apenas a necessidades das ações, mas a vontade do produtor rural, com apoio do Município de Bonito em resolver o problema.

Esta ação é apenas o começo de uma jornada que ainda depende de recursos financeiros, maquinário adequado e em quantidade suficiente e esforço das partes envolvidas em apresentar os projetos de manejo e conservação de solo e água, para que nos intervalos entre safras, as ações possam ser desenvolvidas nas áreas prioritárias.

Atenciosamente

Edmundo Dineli Costa Júnior

Secretário Municipal de Meio Ambiente

Bonito/MS – O Melhor Destino de Ecoturismo do País.

Deixe seu Comentário