Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 17 de Outubro de 2019

Política Regional

Bataguassu: Recurso de R$ 4.1 milhões garante mais saneamento para o município

Prefeitura Municipal de Bataguassu / MS
Foto: Prefeitura Municipal de Bataguassu / MS Saneamento básico

Bataguassu foi contemplado com R$ 4,1 milhões provenientes do programa "Avançar Cidades – Seleção Contínua", viabilizados pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) junto à Caixa Econômica Federal.

O recurso será utilizado na ampliação do sistema de esgotamento sanitário do município, com previsão de mais 16.8 km de rede coletora e 1.498 ligações domiciliares.

Para o prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina, o município recebe com muita alegria os investimentos em saneamento básico proporcionados através da parceria entre Governo do Estado e Sanesul. "Quando assumi o município em 2013, Bataguassu possuía apenas 3% de rede coletora de esgoto e agora com esse investimento vamos passar dos 50%. Temos conhecimento de que esse investimento em esgoto representa economia na saúde pública e garante mais qualidade de vida da população".

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja, o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, o prefeito do município e representantes da Caixa Econômica Federal irão assinar o contrato desse recurso no próximo dia 21 de setembro, a partir das 9h30, na sede da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande.

Sobre a universalização do esgotamento sanitário, Caravina enfatiza a preocupação da gestão estadual com a situação dos municípios. "A gente vê que o governo quer levar qualidade de vida para todos os municípios. Quando o Governo do Estado fala em investir em saneamento básico e que tem o objetivo de universalizar a coleta e tratamento de esgoto, percebemos a preocupação da gestão com as pessoas que vivem nos municípios".

Obras em Execução

Além dos R$ 4.1 milhões assegurados, a Sanesul está realizando uma obra de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Bataguassu, que terá a capacidade de 30 litros por segundo e executando redes coletoras de esgoto e ligações domiciliares. 

“As pesquisas comprovam que a implantação de rede de esgoto reflete positivamente na saúde e na qualidade de vida do trabalhador gerando o aumento da sua produtividade e renda. É por isso que estamos focados em viabilizar investimentos para atingir a universalização do saneamento básico”, destacou o Diretor de Administração e Finanças da Sanesul, André Luis Soukef Oliveira.

Com informações Sanesul 

Deixe seu Comentário