Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 19 de Outubro de 2019

Brasileirão 2019

Bahia x Athletico: desfalques na zaga aceleram a volta da dupla titular do Furacão

Guilherme Moreira
Foto: Divulgação / Assessoria bahiajpg.jpg

O técnico Tiago Nunes terá que reformular seu sistema defensivo para a partida contra o Bahia no sábado, na Arena Fonte Nova, pelo Brasileiro. Com três desfalques, o Athletico contará com sua antiga dupla titular, mas sem ninguém da posição no banco de reservas.
Pedrinho Henrique, Robson Bambu e Lucas Halter estão lesionados e não ficam disponíveis para o confronto do final de semana. Paulo André, que foi opção durante a sua ausência, se aposentou em junho. Dessa forma, Thiago Heleno retorna após cumprir a suspensão por doping e já volta em condição de titular.
O cenário força que o "general", mesmo sem o ritmo ideal, inicie a partida em Salvador. O treinador rubro-negro, após a partida contra a Chapecoense, no último domingo, falou que ele precisa de até cinco jogos para adquirir o desempenho físico ideal, mas será preciso adiantar o processo.
A outra alternativa é de que o lateral-direito Madson seja improvisado no setor, assim como aconteceu contra o Avaí, há quatro rodadas. Ele deve ser utilizado na posição durante a segunda etapa, com Khellven tendo a possibilidade de entrar na lateral.
A carência de opções, contudo, reencontra a zaga titular com Thiago Heleno e Léo Pereira. Após o setor sofrer um "rodízio" durante 2018, a dupla superou a concorrência, ganhou a confiança de Tiago Nunes e acumula números positivos.
O Athletico sofreu apenas 12 gols em 15 jogos, entre Brasileirão, Sul-Americana e Libertadores, com a dupla de zaga em campo. O sistema defensivo não foi vazado com eles juntos em sete partidas, quase metade delas.
O panorama atual da zaga atleticana

Thiago Heleno foi punido com seis meses de suspensão (a pena máxima para ambos era de dois anos). A suspensão conta de data retroativa, no dia da coleta do exame, no mês de abril, e ele foi liberado na última terça-feira. Sua última partida aconteceu no dia 1 de maio, diante do Fortaleza.
Pedro Henrique teve uma lesão grau 2 na coxa no jogo diante do Vasco da Gama, em São Januário, pela 20ª rodada. Ele já está fora há 12 dias e a previsão é que demore, pelo menos, mais dez dias para ficar à disposição.
Robson Bambu passou por cirurgia no rosto na terça-feira por conta de uma pancada durante a final contra o Internacional, pela Copa do Brasil, e desfalca a equipe por cinco jogos no Brasileirão. A previsão de retorno é para o final de outubro.
Por fim, Lucas Halter sentiu a coxa em treino meio desta semana e ainda não tem uma previsão detalhada para retornar. O jogador não treinou depois das dores e sequer viajará para Salvador. Exames ainda vão detalhar sua condição.
O Furacão deve ir a campo com: Santos; Madson, Thiago Heleno (Lucas Halter), Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini, Nikão, Rony e Marcelo Cirino.

Thiago Heleno & Léo Pereira

Atlético-MG 3x1 Athletico
Chapecoense 2x1 Athletico
Fluminense 0x2 Athletico
Athletico 2x0 Cruzeiro
Vasco 1x1 Athletico
Athletico 1x0 Corinthians
Fluminense 0x2 Athletico
Junior Barranquilla 1x1 Athletico
Athletico 1x1 Junior Barranquilla
Tolima 1x0 Athletico
Athletico 4x0 Jorge Wilstermann
Athletico 3x0 Boca Juniors
Athletico 1x0 Tolima
Athletico 4x1 Vasco
Fortaleza 2x1 Athletico

O Athletico volta a campo neste sábado contra o Bahia. O jogo está marcado para as 19h (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe seu Comentário