Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Agosto de 2019

Argentina Bolívia e Paraguai

Autoridade paraguaia que combatia sequestros morre em troca de tiros na fronteira de Mato Grosso do Sul

Porã News
Foto: Tereré News Noticias Policiais do Paraguai - Tereré News

Subchefe da Divisão Anti Dequestro da Polícia Nacional do Paraguai morre durante troca de tiros com sequestradores na fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

O comissário Rufino Acosta, subchefe da Divisão Anti Sequestro da Polícia Nacional do Paraguai, investigava o sequestro do empresário paraguaio Silvino Villalba Salinas (66), sequestrado na manhã de terça feira (22) por volta das 09:30hs, na cidade paraguaia de Capitán Bado na fronteira com Coronel Sapucaia e liberado em horas da tarde, após familiares encabeçar as negociações com o apoio das pelas forças de segurança do Paraguai e do Brasil que desenvolvem a “Operação Fronteira em Alerta” em toda a faixa de fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai, quando na tarde de quinta feira (24) os investigadores da Divisão de Anti Sequestros teria se deparado com os sequestradores e durante a troca de tiros na região situada entre Capitan Bado e a colonia Cerro 21 na fronteira com Aral Moreira acabou morrendo, informações indicam que dois investigadores da divisão foram feridos e dois sequestradores presos e um foi abatidos a tiros na região.

O subchefe da Divisão de Anti Sequestro chegou a ser encaminhado ao hospital da cidade de Aral Moreira, onde chegou sem vida, já os dois investigadores se encontram recebendo atendimento médico e devera ser transferido a um hospital com melhores aparelhagem médica.

Agentes da Chefatura de Polícia Nacional de Amambay na fronteira com Ponta Porã com apoio da Polícia Militar e integrantes da “Operação Fronteira em Alerta” realizam uma operação na regiões próximas a Aral Moreira a fim de realizar a prisão de todos os sequestradores que se encontram ainda na área.

Deixe seu Comentário