Campo Grande - Mato Grosso do Sul, 22 de Outubro de 2019

Política Regional

Agência reguladora e concessionária estudam adequação do esquema operacional da linha Ladário/Corumbá

Governo do Mato Grosso do Sul
Foto: Governo do Mato Grosso do Sul Agência reguladora e concessionária

Em mais uma etapa do processo para estabelecer um plano de ajustes e melhorias na operação na linha de transporte intermunicipal Ladário – Corumbá, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) e a Viação Canarinho discutiram nesta quarta-feira (10.7) as propostas técnicas de adequação do itinerário. A revisão dos trechos por onde passam os ônibus e da quantidade e localização dos pontos de parada na área urbana da cidade de Ladário é uma das necessidades do plano de ajustes, em função dos problemas de atraso, quebra e condições de higiene e limpeza que afetam o serviço.

Embora seja uma linha intermunicipal, com previsão de viagem de um ponto a outro em cada uma das duas cidades, a linha atualmente supre a demanda do transporte urbano, inclusive com itinerário em alguns bairros. A extensão ao longo do tempo, sem planejamento, tem comprometido a execução do serviço e gerado reclamações dos usuários.

A revisão do roteiro atualmente percorrido é um dos compromissos já tratados no processo de melhoria, em articulação da Agepan com a empresa e a Prefeitura do Município. A Agência realizou um primeiro levantamento que aponta sugestões de possíveis novos itinerários e pontos de embarque e desembarque que garantam a continuidade do serviço, sem, no entanto, estender a linha a locais de difícil tráfego para o veículo de transporte coletivo. Além de condições técnicas das vias que afetam a mecânica e conservação dos ônibus, há casos de pontos inadequadamente instalados, seja pela proximidade com outro ponto, ou localizado em lugar de baixa ocupação populacional.

As alterações foram debatidas nesta quarta-feira por técnicos da Agência e o diretor da Viação Canarinho Joafran Bueno. Serão também apresentadas e discutidas com a Prefeitura de Ladário na próxima semana, em mais uma reunião técnica, em Campo Grande.

O diretor-presidente em exercício da Agepan, Ayrton Rodrigues, explica que ainda não está definido qual será o novo trajeto. As propostas estudadas levam em conta ações previstas pelo município para reconformação de vias que não estão adequadas para o trânsito dos coletivos. “Estamos construindo em conjunto com a concessionária e a Prefeitura a solução para um problema antigo. A adequação do esquema operacional é um dos pontos de melhoria e a finalização da proposta vai depender também da execução das obras de recuperação nas ruas, programada pelo município. Vamos ainda retornar a Ladário para um mapeamento ainda mais detalhado de trecho por trecho em todo o itinerário”, explica.

A Agência também está cobrando da transportadora a manutenção de um serviço para tratar das reclamações dos usuários; a implantação de sistema de controle de ações preventivas de adequação e segurança da frota; manutenção de plano de ações corretivas e emergenciais; disposição de equipe de manutenção, conserto e limpeza em número suficiente; e disposição de frota em quantidade adequada, inclusive com carro reserva.

Gizele Oliveira – Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan)

Foto: Divulgação

Deixe seu Comentário